Fale Conosco

15 de setembro de 2017

Hospital de Trauma de João Pessoa realiza campanha de doação de sangue



hemocentro-campanha (1)Em uma ação conjunta, o Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em parceria com o Hemocentro da Paraíba, Maçonaria Paraibana, Clube de Motos Bodes do Asfalto e CVB-PB realizaram a Campanha de Doação de Sangue ‘Vida por Vidas’, que teve como objetivo aumentar o estoque de sangue da unidade de saúde, e despertar o desejo da população de ser um doador permanente.

Na ocasião, 36 bolsas de sangue foram coletadas e mais de 50 pessoas se apresentaram com o desejo de realizar a doação. A ação ocorreu na quinta-feira (14).

A coordenadora do Núcleo de Estágio, Capacitação e Eventos (Nece), Efigênia Lino, agradeceu a presença dos doadores e ressaltou a importância da ação. “Nós, que fazemos parte do hospital de Trauma, sabemos da necessidade de abastecimento dessa grande instituição, por isso sempre promovemos campanhas internas e externas para solicitar doadores”, enfatizou.

De acordo com o presidente da Cruz Vermelha Paraíba (CVB/PB), Sílvio Guerra, a doação de sangue é um ato de amor. “O sangue não pode ser fabricado, comprado e sim doado, por isso quando saímos de casa e procuramos um hemocentro para fazer a doação não salvamos apenas a única pessoa mais várias vidas. Um ato de amor ao próximo” ponderou.

Carlos Jorge, coordenador do grupo de motociclistas Bode do Asfalto, falou sobre o evento e a importância da parceria. “Ficamos felizes em participar desta ação e agradecemos a todos os motoqueiros que vieram a instituição e doaram sangue. Aqui salva-se diariamente , muita gente  e dependendo da gravidade do paciente, ele pode necessitar de três a 20 bolsas de sangue.  Peço a colaboração da população para a doação de sangue como atividade permanente”, pontou.

A doação de sangue pode ser feita  no Hemocentro da  Paraíba  os interessados em doar sangue  devem  ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 quilos, estar bem de saúde e portar um documento de identidade oficial com foto. Jovens com 16 e 17 anos só podem doar sangue com autorização dos pais ou responsáveis legais. Não é necessário estar em jejum; é preciso evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e o consumo de bebidas alcoólicas 12 horas antes.

A coleta de sangue pode durar até dez minutos. O doador tem que fazer um cadastro com documento oficial com foto e responder um questionário para que seja avaliada possível situação ou doença impeditiva. O doador também será examinado por um profissional de saúde para avaliação de pessoas com alto risco de transmissão de doenças pelo sangue. O Hemocentro lembra que não há risco de contrair doenças doando sangue e que, após a doação, a pessoa receberá um lanche e informações sobre cuidados básicos após a coleta.