João Pessoa
Feed de Notícias

Hospital de Trauma de João Pessoa adere à campanha Janeiro Branco

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017 - 18:23 - Fotos: 

A frase “Você precisa de um psicólogo” está virando rotina nos lares brasileiros devido aos casos de depressão, ansiedade, fobias, pânico e até agressividade e desrespeito que crescem progressivamente. Mas o medo e o mito existentes em torno deste profissional da mente impedem a população de procurá-lo.

Pensando nisso, o Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, aderiu à campanha do Janeiro Branco, com o tema: “Cuidar da mente é cuidar de si”. Nesta quinta-feira (26), foi realizada uma palestra no auditório da instituição, com o psicólogo clínico Deusdedit de Lima.

De acordo com a diretora geral do complexo hospitalar, Sabrina Bernardes, o objetivo é orientar os usuários, acompanhantes e colaboradores sobre a importância dos cuidados e de ações que contribuam com a saúde mental. “Buscamos sensibilizar a sociedade sobre o controle do equilíbrio emocional por meio de suas atitudes no dia a dia, seja na vida pessoal ou profissional”, esclareceu.

Para o palestrante, qualquer saúde mental pode ser prevenida, desde que tratada logo quando surge os primeiros sintomas. “As pessoas precisam sempre fazer uma reflexão de suas vidas, e estarem abertas para fazerem uma conscientização mental, pois a prevenção, em qualquer caso, sempre é o melhor tratamento”, explicou.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), desde 2000 vem alertando a humanidade quanto ao crescimento vertiginoso das taxas de suicídio, depressão e ansiedade em todo o mundo. Só no Hospital de Trauma foram registrados pelo setor de estatísticas 185 casos de tentativa de suicídios em 2016. A unidade hospitalar oferece psicoterapia para pacientes e acompanhantes desde entrada na recepção do hospital até a alta médica ou ao óbito.

Para a coordenadora da Psicologia, Anne Micheli Paiva, os números mostram que as pessoas precisam começar a cuidar também de aspectos mentais e emocionais de sua vida. “Por isso, pretendemos falar muito sobre o assunto durante esse mês e esclarecer todas as dúvidas que possam vir a aparecer, através dessa palestra”, completou.

Anne Micheli ressaltou que o ambiente de cuidados com a saúde é um local insalubre. “O ambiente gera muito aborrecimento psíquico: pelo esgotamento físico e por conta da proximidade com a morte. E, olhar pra esse sofrimento, para nossa vida e nossa saúde mental é fundamental para que possamos ter bem-estar no trabalho e na nossa vida como um todo”, frisou.

“A sensação que eu tinha é que iria morrer, a pressão subia, nervos à flor da pele, cabeça doendo, eu não parava, muitas atividades que eu fazia era praticamente só. Mas chegou um momento que ou eu mudava meu estilo de vida ou morreria, porque o estresse mata”, contou Wellington Macedo, supervisor da manutenção.

SESMT – O Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho oferece atendimento psicológico e psiquiátrico para funcionários semanalmente. O serviço psicológico funciona das 8h às 18h nas segundas e terças-feiras. A psiquiatria funciona todas as terças pela manhã.

Janeiro Branco – O Janeiro Branco é uma campanha que objetiva mobilizar a sociedade em favor da saúde mental, mudando a compreensão cercada de tabus sobre a saúde mental e promovendo mais possibilidade de saúde mental a todos os indivíduos e a sociedade como um todo.

Os cinco objetivos da Campanha Janeiro Branco são:

– Fazer do mês de Janeiro o marco temporal estratégico para que todas as pessoas do mundo reflitam, debatam e planejem ações em prol da Saúde Mental e da Felicidade em suas vidas ao longo de todo o ano;

– Chamar a atenção de todo mundo para o tema da Saúde Mental nas vidas das pessoas;

– Aproveitar o início de todo ano para incentivar as pessoas a pensarem a respeito das suas vidas, dos seus relacionamentos e do que andam fazendo para serem verdadeiramente felizes;

– Chamar a atenção das pessoas para pensarem a respeito do que precisam mudar em suas vidas para serem, realmente, felizes;

– Mostrar às pessoas que sempre é possível o fechamento e a abertura de novos ciclos em busca da Felicidade em suas vidas – afinal, ano novo, vida nova, mente nova!