Fale Conosco

11 de abril de 2014

Hospital de Trauma de Campina Grande realiza videoaula sobre traumatismo craniano



O Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, em parceria com o Hospital Albert Einstein, realiza na próxima terça-feira (15), uma videoaula ao vivo sobre Trauma Crânio Encefálico (TCE) na infância, com apresentação e discussão do protocolo para abordagem do TCE na unidade de saúde.

O evento vai acontecer no auditório do Trauma, das 19h às 20h, e tem como público-alvo médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e acadêmicos da área de saúde.

O TCE é um problema comum na infância e é das principais causas de morte e de sequelas em crianças e adolescentes do mundo. As crianças com TCE grave necessitam de internação em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). As taxas de mortalidade em criança com TCE grave variam entre 10% e 50%.

Segundo o gerente de projetos da unidade de saúde, Flawber Cruz, a videoaula tem o objetivo de atualizar os profissionais que atendem emergências pediátricas, estabelecendo um modelo de conduta que otimize a realização correta de tomografias e solicitação de pareceres especializados. Isso agiliza o atendimento, permitindo que as crianças sejam melhor avaliadas.

Para garantir a eficiência no atendimento e a assistência a todos, o hospital conta com 262 médicos, sendo 37 de plantão 24 horas em todas as especialidades de urgência. Dispõe de internação clínica e cirúrgica em seis blocos de enfermaria, com 308 leitos.

O Hospital de Trauma é referência em traumatologia para 203 municípios da Paraíba, além de algumas cidades do Rio Grande do Norte e Pernambuco, a unidade chega a atender 300 pacientes, diariamente. O Governo do Estado investe mensalmente cerca R$ 8 milhões para a manutenção do Trauma de Campina Grande.