João Pessoa
Feed de Notícias

Hospital de Trauma conscientiza estudantes sobre prevenção de queimaduras

quarta-feira, 15 de junho de 2011 - 19:04 - Fotos: 

Atividades reuniram cerca de 60 alunos da Escola Alice Carneiro - João Francisco/Secom-PB

O Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena recebeu uma média mensal de 122 pessoas vítimas de queimaduras em 2010, contabilizando mais de 1.400 atendimentos durante o ano. Para tentar diminuir esse número, o Trauma vem mobilizando a sociedade desde o início deste mês com a IX Campanha para Prevenção de Queimaduras, que nesta quarta-feira (15) realizou atividades educativas com a participação de cerca de 60 alunos do 5º ao 8º ano do Ensino Fundamental da Escola Estadual Alice Carneiro, no bairro de Manaíra.

A chefe de enfermagem da Unidade de Tratamento de Queimados do Hospital de Trauma, Suelly Pinheiro, fez um alerta aos estudantes sobre os perigos domésticos campeões em provocar queimaduras, como os líquidos superaquecidos, corrente elétrica, produtos químicos, entre outros. Ela lembrou que é preciso tomar cuidados com os cabos de panelas deixados pra fora do fogão, contato das crianças no manuseio de tomadas elétricas, manipulação de fogos de artifício por crianças e adolescentes, principalmente nesse período junino, e recomendou utilizá-los sempre com a orientação e presença de adultos.

A palestrante também alertou que é preciso evitar exposição excessiva ao sol e brincadeiras com pipas ou balões e que, em caso de queimaduras, deve-se procurar a Unidade de Tratamento de Queimados do Trauma, que é referência estadual para o atendimento às vítimas com esses tipos de problemas. “Além disso, damos suporte às pessoas de Estados vizinhos, como o Rio Grande do Norte e Pernambuco, que nos procuram por termos um serviço de referência”, acrescentou.

O foco da IX Campanha para Prevenção de Queimaduras são as crianças com até 10 anos de idade, por serem as maiores vítimas de queimaduras. A Unidade de Queimados do Trauma atende, principalmente, crianças nessa faixa etária dos bairros São José, Mandacaru e Padre Zé, em João Pessoa.

Além de programar palestras em escolas públicas que atinjam alunos desses bairros até o final da campanha, que se encerra no dia 4 de julho, a UTQ do Trauma também realiza mobilizações internas com os pacientes, acompanhantes e visitantes através de orientações, abordagens didáticas e entrega de material educativo, entre outros.

Estudantes receberam panfletos educativos - João Francisco/Secom-PB

Na Escola Estadual Alice Carneiro, as atividades programadas foram encerradas com a apresentação do teatro “Com fogo não se brinca”, encenado por alunos do curso de Fisioterapia da Faculdade de Ciências Médicas, que tem apoiado a campanha junto com A União – Superintendência de Imprensa e Editora e Universidade Federal da Paraíba (UFPb).

Dados do Serviço de Arquivo Médico e Estatística (Same) do Trauma dão conta que até abril desse ano 423 pessoas vítimas de queimaduras já foram atendidas na unidade. Em 2010, o mês de junho foi o campeão de casos com 182 vítimas.