Fale Conosco

9 de julho de 2013

Hospital de Trauma apresenta revisão e atualização do plano de gerenciamento de resíduos de serviços de saúde



A Direção do Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, apresentou aos coordenadores a revisão e atualização do Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS). O Plano objetiva preservar a saúde dos profissionais e do meio ambiente. A partir do ano de 2011, com a Gestão pactuada, foi elaborado o 1º Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS), em cumprimento à Resolução 005/93 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama).

Além do Conama, a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa), por meio da Resolução 306/204, também orienta e define regras no sentido de direcionar os procedimentos adotados por diferentes agentes no que diz respeito à produção e manejo dos RSS, preocupando-se com a preservação da saúde dos profissionais e do meio ambiente.

De acordo com a enfermeira Maria Helena Diniz, integrante da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar do Hospital de Trauma e responsável pela revisão e atualização do referido Plano neste ano, o descarte inadequado de resíduos tem produzido passivos ambientais capazes de colocar em risco e comprometer os recursos naturais e a qualidade de vida das atuais e futuras gerações – RSS, Resíduos de Serviços de Resíduos de Saúde – se inserem dentro desta problemática e vêm assumindo grande importância nos últimos anos.

O Plano trata ainda da classificação, segregação, tratamento e destino final dos resíduos de serviços de saúde: “O principal objetivo da classificação é conhecer melhor as especificidades dos resíduos. Dessa maneira, têm-se condições de definir estratégias de gerenciamento que visem a preservação da saúde ocupacional, pública e ambiental”, explicou Maria Helena Diniz.