João Pessoa
Feed de Notícias

Hospital faz triagem para cirurgia em pacientes com catarata

sexta-feira, 7 de junho de 2013 - 17:52 - Fotos:  Ricardo Puppe

O Hospital Geral de Itapororoca realizou, nesta sexta-feira (7), uma triagem para realizar a cirurgia em pacientes com catarata. As avaliações aconteceram durante todo o dia, quando cerca de 200 pessoas passaram pela triagem. A meta é realizar a cirurgia em aproximadamente 100 pacientes de toda a região do Vale do Mamanguape.

Para o aposentado José Pereira Duarte, de 69 anos, e morador de Itapororoca receber o atendimento e realizar a cirurgia dentro da cidade onde mora é uma conquista grande. “Essa iniciativa por parte do Governo do Estado é muito boa, pois as pessoas que não têm condições de pagar pela cirurgia agora podem contar com o serviço pertinho de casa e ainda de graça”, comemorou.

Já a agricultora e moradora do Sítio Cipual, do município de Itapororoca, Generosa Maria da Conceição, de 78 anos, o maior benefício da campanha é que o paciente não precisa sair em busca da cirurgia, já que agora as cirurgias estão sendo realizadas na cidade.

De acordo com o diretor do Hospital, Severino Rodrigues, além de Itapororoca, a campanha beneficia os municípios de Mamanguape, Capim, Cuité de Mamaguape, Curral de Cima,  Pedro Regis, Rio Tinto,  Baía da Traição, Marcação, Jacaraú e  Mataraca.

De acordo com o oftalmologista e responsável pela equipe que realizará as cirurgias, Leonardo Feitosa Filho, os pacientes serão operados com o facoemulsificação com LIO (lentes intraoculares) dobrável, a mais moderna tecnologia no que diz respeito à cirurgia de catarata.

Ele explica que com o uso desse equipamento a  incisão cirúrgica é mínima, chegando a 2.75 milímetros, quando em outros métodos convencionais o corte pode chegar a 10 milímetros. “Entre  outros benefícios que o uso desse aparelho pode proporcionar para o paciente, está a rapidez para a realização da cirurgia em torno de 30 minutos, redução no tempo de recuperação do paciente que evoluiu  mais rápido e no mesmo dia o paciente pode ir para casa”, destacou o médico.

O oftalmologista alerta que pacientes acima dos 55 anos e que têm o problema devem procurar o serviço para realizar a avaliação e, se necessário, a cirurgia, pois a catarata pode cegar. Ele ainda aproveitou para parabenizar a iniciativa do Governo do Estado: “A cirurgia de catarata é especializada e exige uma complexidade de fatores para a execução e o Governo está de parabéns em ofertar o serviço tão próximo da população, já que com essa iniciativa, a população não necessita ir para os grandes centros, a exemplo de João Pessoa a procura do procedimento”, elogiou.

Além do médico  Leornardo Feitosa, a equipe é formada também pela oftalmologista Andrea Feitosa, um técnico de enfermagem e uma enfermeira.

Com esse mutirão, o Ministério da Saúde quer reduzir o tempo de espera, zerar as filas no Sistema Único de Saúde (SUS) e ampliar o número de cirurgias eletivas no país.  A cirurgia de catarata é a mais procurada pelos usuários do SUS. Em 2012 foram sete mil cirurgias realizadas na Paraíba. Durante a ação, o paciente passa  por uma triagem, avaliação de exames e em seguida ao procedimento cirúrgico.

Sobre a doença – A catarata é uma patologia dos olhos que consiste na opacidade parcial ou total do cristalino e que começa a aparecer geralmente a partir dos 55 anos de idade.  O cristalino é a lente que temos dentro do olho. Quando ela fica opaca, causa diminuição da visão, e não melhora mesmo com o uso de óculos. O tratamento da catarata quando a visão não melhora de modo satisfatório com a correção dos óculos é sempre cirúrgico.

O Hospital Geral de Itapororoca fica localizado na Rua Projetada S/N, Bairro da Roseira. Caso a população queira tirar dúvidas sobre os serviços ofertados na unidade, pode ligar para o telefone: (083) 3294-1265.