Fale Conosco

16 de novembro de 2011

Hospital de Emergência e Trauma inicia reforma no Centro Cirúrgico



Visando a ampliação e efetivação na melhoria da qualidade dos serviços prestados, o Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena iniciou nesta semana uma reforma em seu Centro Cirúrgico. O principal foco das intervenções é a modernização e adequação às normas da Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), bem como melhorias nas condições de trabalho dos profissionais que atuam no setor.

 

As seis salas do Centro Cirúrgico passarão por reformas estruturais, como pintura, substituição e recuperação do piso emborrachado, recuperação dos banheiros e vestiários masculino e feminino, além da troca de todas as torneiras por modelos mais modernos, dotados de sensores, que objetivam diminuir os ricos de infecção hospitalar e oferecer segurança aos profissionais de saúde e pacientes.

De acordo com o diretor administrativo do Hospital de Trauma, Silvio Guerra, atualmente o Centro Cirúrgico realiza aproximadamente 500 intervenções por mês – quadro que, segundo ele, será mudado com a conclusão da reforma, tendo em vista que, com novos e modernos aparelhos, a previsão é de que haja aumento na demanda. “Depois de uma década de atividades, as reformas são necessárias e a modernização das instalações é inevitável. As ações de melhorias são pontuais e estratégicas para o bem estar de funcionários e, principalmente, dos pacientes”, destacou ressaltou Silvio.

O diretor destacou ainda os investimentos como sendo um passo significativo no sentido de alcançar o certificado de Acreditação Hospitalar, um novo conceito de qualidade que combina segurança com ética profissional, responsabilidade e qualidade do atendimento. “Ficamos felizes com a qualidade da obra. Essas melhorias reforçam a vocação do Trauma como um grande centro de referência no atendimento de urgência e emergência de nossa região e o compromisso de toda a diretoria em fazer mais e melhor pelo povo paraibano”, disse.

Além das novas salas de cirurgia, todas as portas do Hospital também passarão por manutenção, devendo ser recuperadas ou substituídas, assim como a subestação de energia, que foi completamente recuperada para atender de forma mais segura e eficaz os setores do hospital.