João Pessoa
Feed de Notícias

Hospital completa 23 anos de funcionamento e festa reúne autoridades, servidores e pacientes

quarta-feira, 28 de outubro de 2009 - 19:54 - Fotos: 

Em 23 anos de funcionamento, a Maternidade Frei Damião, em João Pessoa, realizou 80 mil partos. O aniversário da Maternidade, que faz parte da rede estadual de saúde e é referência no Estado, foi comemorado nesta quarta-feira (28) com uma festa que reuniu autoridades, servidores e pacientes. O evento também marcou os 11 anos do Programa de Assistência às Mulheres Vítimas de Violência Sexual (Pamvvs), comemorado no último dia 11.

O ex-deputado federal Benjamim Maranhão representou o governador José Maranhão e destacou a qualidade do trabalho oferecido pela Frei Damião. “O corpo clínico e os funcionários dessa Maternidade fazem a diferença na saúde materna do Estado. A Frei Damião é parte importante desse momento de reconstrução da saúde da Paraíba e a comunidade e a opinião pública estão reconhecendo o seu trabalho. Gostaria de parabenizar a todos e dizer que tenho certeza que, ao término desta administração, teremos um padrão de qualidade no atendimento das mães e das gestantes que passam por aqui”, disse Benjamim.

Melhorias – A secretária-executiva da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Lourdinha Aragão, que representou o secretário José Maria de França, falou sobre as ações que o Governo do Estado vem realizando para melhorar os serviços prestados na Maternidade, destacando avanços no atendimento ambulatorial, a reativação do serviço de ultra-sonografia e do Pamvvs, a ampliação das ações do Banco de Leite Humano Anita Cabral e dos leitos da UTI neonatal, além da reorganização dos estágios realizados naquele hospital.

“Hoje, nos seus 23 anos de fundação, a Frei Damião apresenta uma marca extremamente importante, que é a realização de 80 mil partos. Isso mostra a importância da existência de uma Maternidade desse porte. Destacamos, nesta gestão, avanços em vários setores, que têm melhorado a qualidade do atendimento e, consequentemente, a qualidade de vida da população. A Frei Damião está vivendo um novo momento em que todos os seus serviços funcionam satisfatoriamente e a tendência é que essa cara possa ser melhorada a cada dia, com novos investimentos. Em nome de Zé Maria, quero dizer que a Secretaria de Estado da Saúde está orgulhosa de ter uma Maternidade como essa”, disse.

Empenho – Paulo Dantas, diretor-geral do Complexo de Saúde Cruz das Armas, do qual a Frei Damião faz parte, disse que todas as ações da gestão atual só foram possíveis por causa do empenho do Governo do Estado.  “Estamos desenvolvendo ações concretas, que proporcionam uma assistência de qualidade às pacientes. Nosso lema é uma medicina de qualidade, um atendimento totalmente humanizado e respeitoso. Isso só é possível pelo fato do Governo do Estado ter uma visão da importância da qualidade do serviço. O governador José Maranhão e o secretário José Maria de França têm dado apoio amplo e restrito ao nosso trabalho e tudo o que nós solicitamos para melhorar os serviços, nos é dado de imediato”, afirmou.

Mudanças – Nesta nova gestão, a Frei Damião ampliou de seis para dez o número de leitos da UTI Neonatal, e até o final do ano, vai inaugurar a UTI materna, com seis leitos. Segundo Paulo Dantas, no próximo mês, a Maternidade vai ganhar um berçário de cuidados especiais, que terá seis leitos. O serviço de ultra-sonografia, que segundo Paulo, estava desativado há seis anos, está oferecendo mil exames por mês. Outro serviço que estava praticamente desativado e que voltou a funcionar nesta gestão é o Pamvvs, que atende pacientes a partir dos 12 anos de idade.

Fundada em 28 de outubro de 1986, a Frei Damião realiza, todo mês, cerca de 1.500 atendimentos, entre partos, curetagens, ultra-sonografias, laqueaduras e consultas. Nesses 23 anos, foram realizados, uma média de 80 mil partos.

A técnica de enfermagem do centro cirúrgico, Kalina Lígia, 45 anos, faz parte dessa história. Ela começou a trabalhar no hospital antes mesmo dele ser inaugurado e fala sobre o amor que tem pelo trabalho. “Ajudei a lavar o prédio antes da inauguração. Tenho muito orgulho de fazer parte dessa equipe. Amo o meu trabalho e o que mais me dá prazer é me entregar de corpo e alma aos pacientes. Nessa profissão, temos obrigação de passar segurança para os pacientes, que já chegam aqui fragilizados”, disse.

Valorização do servidor – Gerlane Bandeira, coordenadora do Pamvvs e uma das funcionárias mais antigas da Maternidade, disse que além da melhoria nos serviços, a nova gestão está valorizando o trabalho dos funcionários. “Me sinto muito feliz por estar participando desse momento, que é um momento de renovação, de implantações e de se acreditar no trabalho do funcionário. A gente percebe, hoje, que houve uma mudança fenomenal na estrutura física, na ambientação, no acolhimento, no atendimento humanizado às mulheres que nos procuram. Como coordenadora do Pamvvs, me sinto fortalecida, porque sei que vou estar prestando um serviço de qualidade especializado para as mulheres que são violentadas e que sabem onde procurar ajuda”, disse.

Os convidados para a comemoração do 23º aniversário da Maternidade foram recepcionados com um café da manhã e assistiram a apresentação da Banda de Música da Polícia Militar. A programação também contou com shows de humor, apresentação de um número musical de violino e exposição e venda de produtos de arte confeccionados pelas mães atendidas pelo método Mãe Canguru, implantado no órgão.

Da Assessoria de Imprensa da SES-PB