Fale Conosco

25 de abril de 2013

Hospital Clementino Fraga vacina funcionários contra a Influenza



O Complexo Hospitalar de Doenças Infectocontagiosas Clementino Fraga (CHCF), que integra a rede hospitalar do Estado, está realizando, nesta quinta-feira (25), a vacinação contra Influenza para os funcionários. De acordo com a diretora geral do Clementino Fraga, Adriana Teixeira, a ação pretende imunizar os funcionários da unidade hospitalar “É de grande importância realizar esta campanha entre os funcionários, pois temos que manter toda a equipe desta unidade prevenidos, para que assim possamos dar exemplo”, disse a diretora.

Com mais de 900 funcionários, o Clementino Fraga presta atendimento nas áreas de infectologia (DST/HIV/Aids), pneumologia sanitária, dermatologia sanitária, pediatria, cardiologia, endocrinologia, psiquiatria, neurologia, neurocirurgia, cirurgia plástica, cirurgia torácica, cirurgia vascular, gastroenterologia, angiologia, hepatologia, odontologia, nefrologia, urologia, proctologia, otorrinolaringologia, clínica geral, ginecologia e homeopatia.

O hospital conta com uma estrutura física e uma equipe multidisciplinar formada por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, psicólogos, assistentes sociais, fisioterapeutas, nutricionistas, fonoaudiólogos entre outros profissionais. A vacinação está acontecendo na sala de oficina terapêutica até às 22 horas.

Dados – A Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza foi aberta, no último sábado (15) e segue até o dia 26 de abril. As vacinas são direcionadas para pessoas que se encontram mais vulneráveis à gripe, a exemplo dos  idosos, gestantes, crianças, profissionais de saúde e povos indígenas.

A Paraíba imunizou, até a última segunda-feira (22), 196.626 pessoas que fazem parte dos grupos prioritários, o que representa 29,31% da meta. Destes, 30.563 são crianças de seis meses a dois anos, o que representa 34,67%. Ainda foram vacinados 17.470 trabalhadores de saúde (28,11%), 14.665 gestantes (33,27%), 2.516 puérperas de até 45 dias após o parto (34,74%), 5.236 indígenas (41,79%) e 126.176 idosos com mais de 60 anos (29,31%). Os dados constam do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde.