Fale Conosco

26 de julho de 2012

Hospital Clementino Fraga realiza testagem de hepatite C e inaugura brinquedoteca



26.07.12 clementino fraga_inaugura_brinquedoteca_brecho_foto_vanivaldo ferreira (11) Foto: Vanivaldo Ferreira/Secom-PB

A realização da testagem de hepatite C e a inauguração do anexo da brinquedoteca marcaram, nesta quinta-feira (26), as comemorações dos 53 anos do Complexo Hospitalar Clementino Fraga. A comerciante Maria das Graças Araújo, que mora em Mangabeira VIII, foi uma das centenas de pessoas que participaram das atividades. Ela chegou logo cedo para fazer o teste para diagnóstico da hepatite C. “Eu fiquei sabendo pela televisão que aqui estava fazendo esse exame e decidi vir fazer”, disse.

As ações em comemoração ao aniversário do Hospital foram iniciadas por volta das 8 h com serviços nas tendas (corte de cabelo, faculdades com stand – testagem de glicemia e verificação de pressão arterial, testagem rápida da hepatite C). Às 9h30, aconteceu a missa em ação de graças celebrada pelo padre Marcondes Meneses, da Paróquia Menino Jesus de Praga, nos Bancários. Logo em seguida, foi servido um coffe break.

A programação teve continuidade à tarde com a apresentação da Companhia da Saúde e do Sorriso, às 15h. Depois, houve a inauguração do anexo Brinquedoteca e apresentação de uma atração musical. As atividades foram encerradas às 17h com uma confraternização entre os funcionários em comemoração ao aniversário do hospital.

O secretário de Estado da Saúde, Waldson Dias de Souza, que representou o governador Ricardo Coutinho, destacou o trabalho a e importância que o hospital Clementino Fraga desenvolve com relação ao atendimento, tratamento e acompanhamento de várias doenças, contribuindo para melhorias nos indicadores de saúde.

26.07.12 clementino fraga_inaugura_brinquedoteca_brecho_foto_vanivaldo ferreira (43) Foto: Vanivaldo Ferreira/Secom-PB

“Ao logo desses dois anos, o Governo do Estado tem trabalhado para colocar em funcionamento toda a sua rede hospitalar. A preocupação não é apenas construir prédios bonitos e luxuosos, mas oferecer um serviço com qualidade, eficiência e, acima de tudo, humanizado, com profissionais qualificados”, enfatizou Waldson Souza, que visitou alguns setores do hospital.

A cozinheira Arlinda Mota Tito, que trabalha no Clementino Fraga há 25 anos, elogiou a organização e funcionamento da unidade nos dias atuais. “Quando eu cheguei era uma desorganização total e hoje me sinto feliz ao fazer parte dessa história e ver tudo arrumadinho e funcionando direitinho”, comemorou.

A técnica de enfermagem Maria do Socorro Lima da Silva, também tem o mesmo tempo de serviço de Arlinda Mota, e disse que agora o hospital está organizado e preparado para atender a população. “Para mim é uma alegria muito grande participar dos 53 anos do Clementino Fraga e testemunhar todas as mudanças que esse hospital passou desde que cheguei aqui há 27 anos”, relembrou a auxiliar de enfermagem Cícera  dos Santos Menezes.

Mais ações – As atividades continuam nesta sexta-feira (27) com testagem de hepatite C e outros serviços na área de saúde abertos à comunidade.  As atividades comemorativas aos 53 anos do Clementino Fraga serão encerradas na manhã do sábado (28) no Busto de Tamandaré, na Praia de Tambaú, onde serão montados stands para testagem de glicemia e verificação de pressão arterial, testagem de hepatite C, distribuição de preservativos e gel lubrificante, a partir das 6h.

26.07.12 clementino fraga_inaugura_brinquedoteca_brecho_foto_vanivaldo ferreira (37) Foto: Vanivaldo Ferreira/Secom-PB

Breve histórico – Desde sua fundação, em 1959, ainda pertencente ao Ministério da Saúde, denominado como “Sanatório Clementino Fraga”, o hospital atuava exclusivamente com o Programa Nacional de Tuberculose. Em 1978, a Universidade Federal da Paraíba assumiu a direção do hospital,  período em que passou a ser chamado de: “Hospital Universitário Clementino Fraga”. A partir de 1989, o hospital passou para a responsabilidade da Secretaria de Estado da Saúde, e passou a ser também referência no tratamento de hanseníase, HIV/AIDS e outras doenças infectocontagiosas.