Fale Conosco

7 de maio de 2015

Hospital Arlinda Marques vacina funcionários contra a gripe



O Complexo de Pediatria Arlinda Marques, que integra a rede hospitalar do Estado, em João Pessoa, está vacinando todos os funcionários contra as gripes H1N1 e sazonal.  A meta da Coordenação de Epidemiologia do Hospital é imunizar cerca de 1,2 mil funcionários que deverão procurar o auditório da unidade saúde até as 15h desta quinta-feira (7) para receberem a vacina.

O diretor geral do hospital, Bruno Leandro de Souza, disse que com mais essa ação preventiva, a unidade mostra a preocupação com a saúde dos funcionários. “Não é porque trabalhamos em um ambiente hospitalar que estamos imunes às doenças. Temos que nos prevenir e com isso garantir mais segurança, inclusive para nossos pacientes”, destacou o diretor.

A coordenadora do Núcleo de Epidemiologia do Arlinda Marques, Thaisa dos Santos, lembrou que o Ministério da Saúde, por meio da Coordenação da Geral do Programa Nacional de Imunizações e do Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis da Secretaria de Vigilância e Saúde, lançou a 17ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza que será realizada no período de 4 a 22 de maio.

Ela explica que a gripe pode ser causada pelos vírus influenza A, B e C. Os vírus A e B apresentam maior importância clínica e estima-se que, em média, o vírus A cause 75% das infecções, mas em algumas temporadas, ocorrem o predomínio do vírus B. “A transmissão ocorre principalmente através do contato com partículas eliminadas por pessoas infectadas ou mãos e objetos contaminados por secreções”, explicou Thaisa Marta.

O assessor técnico do Arlinda Marques, Diego Gonçalves, foi um dos funcionários imunizados. “É de fundamental importância a vacinação, principalmente para a gente que trabalha em um ambiente hospitalar. Para evitar o contágio e a propagação das doenças, tanto dos colaboradores para as crianças, quanto o inverso. A atitude deve ser estendida a toda a sociedade, de uma forma preventiva, assim, diminuindo a incidência de internação e complicação de saúde”, destacou.

Bruno Rocha, técnico administrativo, também destacou a importância da vacina. “É de suma importância a campanha de vacinação dentro desta instituição de saúde. Vale salientar que, dentro do ambiente hospitalar a prevenção vem em primeiro lugar”, ressaltou.