Fale Conosco

29 de novembro de 2017

Hospital Arlinda Marques promove evento sobre doença falciforme



O Complexo de Pediatria Arlinda Marques, que integra a rede hospitalar do Estado, realiza nesta quarta-feira (29) um evento sobre a doença falciforme. A programação, destinada a crianças portadoras da doença e seus familiares, começou às 08h30 com um teatro de fantoche.

Também foi realizada uma discussão com o tema: “Como podemos ajudar para viver melhor com a anemia falciforme”. Até o final da manhã acontecerão rodas de conversa, oficina culinária, distribuição de um lanche coletivo e informações e orientações sobre higiene bucal.

À tarde a programação começa com uma conversa sobre a doença falciforme com exposição de uma médica pediatra e hematologista e logo em seguida cada categoria profissional vai discorrer sobre como o serviço trata um portador da doença falciforme, dentro de suas especificidades. O evento será encerrado com uma roda de capoeira e lanche.

Sobre a doença – A doença falciforme é hereditária (passa dos pais para os filhos) e é caracterizada pela alteração dos glóbulos vermelhos do sangue tornando-os parecidos com uma foice, daí o nome falciforme. O diagnóstico é feito por meio de exame eletroforese de hemoglobina, entre outros.

A doença falciforme pode se manifestar de forma diferente em cada pessoa que pode sentir crise de dor, Icterícia (cor amarela dos olhos e pele), síndrome mão-pé, infecções; úlcera (ferida) de perna; sequestro do sangue no baço.

Quando descoberta a doença, o bebê deve ter acompanhamento médico adequado baseado num programa de atenção integral. A equipe é formada por médicos, enfermeiros, assistentes sociais, nutricionistas, psicólogos, dentistas, fonoaudiólogos, educadores físicos, farmacêuticos e terapeutas ocupacionais.