João Pessoa
Feed de Notícias

Homens da PM serão infiltrados para identificar traficantes, pessoas armadas e coibir pequenos furto

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010 - 18:44 - Fotos: 

O Serviço de Inteligência da Polícia Militar será acionado para atuar durante os festejos carnavalescos. Policiais à paisana se infiltrarão no meio da multidão para acompanhar o desfile dos blocos. O objetivo é identificar traficantes, portadores de armas e os chamados ‘lanceiros’, criminosos que aproveitam a animação dos foliões para cometer pequenos furtos. A informação é do coronel Carlos Américo Pereira, comandante do 1º Batalhão da Polícia Militar (1º BPM).

De acordo com o oficial, os crimes mais comuns durantes esse período festivo são furtos e agressões físicas, derivadas de desentendimentos entre os foliões. Como aumenta o consumo de álcool, também cresce a incidência de brigas. Para evitar as cenas de violência, cerca de 1.000 homens serão empregados para garantir a segurança nas proximidades das praias. O efetivo será dividido em equipes. Uma parte irá acompanhar de perto todo o percurso dos desfiles, enquanto que a outra irá manter a ordem no local onde estiver banhistas. “Iremos usar todas as modalidades de policiamento: radiopatrulha, ciclopatrulha, Choque, Cavalaria e até Canil, com cães farejadores, se houver necessidade”, destaca o comandante.

Nos ônibus – A meta da operação é inibir a ação de bandidos e do tráfico de drogas. Nem os transportes coletivos irão escapar da fiscalização. “Iremos fazer blitze em ônibus e revista completa nos passageiros. Nossa missão é evitar a ocorrência de brigas, desordens e tráfico”, afirma.

Para quem pretende se divertir durante os desfiles dos grandes blocos de carnaval de João Pessoa, o coronel orienta algunas condutas de segurança para dificultar a ação dos marginais. É bom lembrar que criminososo aproveitam as festas de grande concentração de gente para praticar pequenos furtos.  Por isso, a principal recomendação é ter prudência quando sair de casa.

 Dicas – “Os foliões devem evitar de ir à folia portando grande soma de dinheiro e documentos. Devem levar apenas o necessário. Não devem levar jóias, nem portar acessórios de grande valor. Também devem ficar atentos com as pessoas em sua volta”, acrescenta o coronel Américo.

Outra recomendação é com relação ao uso da bebida alcoólica. Quem pretende beber, deve optar por voltar para casa de ônibus ou de táxi. “É mais seguro” garante o oficial. “Agentes de trânsito estarão nas ruas e irão deter quem for pego dirigindo embriagado. A polícia está na rua, mas cada um deve fazer sua parte para prevenir os crimes”, observa o comandante. 

 

Nathielle Ferreira, da Secom-PB