João Pessoa
Feed de Notícias

Hemocentro realiza coletas de sangue para garantir estoque no Carnaval

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010 - 14:55 - Fotos: 

O Carnaval está se aproximando e, nesse período, aumenta a demanda de pacientes precisando de sangue, em consequência principalmente do aumento de acidentes automobilísticos. O Hemocentro da Paraíba começa a se preparar para enfrentar o período. Neste mês de janeiro estão programadas três coletas externas, na Capital. Além desses eventos, entre os dias 3 e 9 de fevereiro, a equipe do Hemocentro levará a unidade móvel para a Lagoa do Parque Solon de Lucena. O objetivo é sensibilizar a população e conquistar novos doadores para garantir a manutenção do estoque de sangue.

Todo mês, uma média de 4 mil pessoas doam sangue no Hemocentro de João Pessoa, que hoje tem em seu banco de dados 91.415 doadores. De acordo com o calendário elaborado pela Coordenação de Ações de Estratégicas do Hemocentro, a primeira coleta externa de sangue acontece na próxima quarta-feira (13), quando a unidade móvel estará na Farmácia Todo Dia, no bairro Ernesto Geisel.  No dia 20, o trabalho será realizado no Parque Solon de Lucena (Lagoa) e, no dia 27, na Superintendência de Transportes e Trânsito (STTrans) às margens da BR-230, no bairro do Cristo.

A campanha de doação de sangue para o Carnaval vai acontecer no período de 3 a 9 de fevereiro e, todos os dias, haverá coleta externa de sangue na Lagoa. A gerente de Ações Estratégicas do Hemocentro, Vânia Pereira, explicou que as coletas externas de sangue vêm sendo realizadas todos os meses e sempre às quartas-feiras e, algumas vezes, aos sábados. Em cada coleta externa, podem ser feitas até 60 doações de sangue.

De acordo com a assistente social do Hemocentro, Maria das Neves Pereira, o que o Hemocentro quer com essas coletas externas e também com as campanhas é manter o estoque de sangue. Ela afirmou que, muitas vezes, são as próprias empresas, instituições e órgãos públicos e privados que ligam para o Hemocentro e solicitam a coleta externa de sangue. O telefone para solicitar coleta externa de sangue é o 3218-7698.

Para ser doador a pessoa deve ter idade entre 18 a 65 anos, estar com peso acima de 50 kg, não tomar remédio controlado, não ter ingerido bebida alcoólica até 24 horas antes da doação e ter boa saúde. Todo o material coletado passa por exames de qualidade para identificar contaminação por sífilis, HIV, hepatite B e C e outros. “Não existe risco no ato de doar sangue. Todo o material é descartável e também não é necessário ficar doando sangue sempre, porque doou uma vez”, lembrou.

Fortalecendo o estoque – A diretora do Hemocentro, Patrícia Freitas explicou que a rede de hemonúcleos está contribuindo para fortalecer o estoque de bolsas de sangue do Hemocentro, em João Pessoa. A rede tem unidades em Princesa Isabel, Picuí, Itaporanga, Piancó, Patos, Sousa, Cajazeiras, Guarabira, Monteiro, Catolé do Rocha e Campina Grande.

Patrícia Freitas lembrou que o sangue é fundamental para salvar vidas em momentos de urgência. Ela afirmou que algumas vezes nos municípios o número de transfusões é menor que o volume de bolsas de sangue coletadas e, com isso, o excedente é transferido para a Capital, reforçando o estoque. A transferência do produto é feita em carro refrigerado e, em João Pessoa, o material passa por 24 horas de inspeção para conferir a qualidade e possibilitar o seu aproveitamento.

A diretora informou que nesta época do ano em que ocorrem as férias escolares há diminuição das doações e o aumento da demanda por conta da elevação dos acidentes. Os tipos sanguíneos mais procurados são A+ e O+, enquanto que o tipo mais difícil de se obter é o AB-, pois apenas 0,3% da população possuem esta tipagem de sangue.

Assessoria de Imprensa da SES-PB