João Pessoa
Feed de Notícias

Hemocentro inicia coleta externa de sangue no Parque Solon de Lucena

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014 - 12:34 - Fotos:  Ricardo Puppe

O Hemocentro de João Pessoa iniciou, nesta quarta-feira (8), as coletas externas de sangue que serão realizadas neste mês de janeiro, no Parque Solon de Lucena (Lagoa). De acordo com a programação elaborada pelo Núcleo de Ações Estratégicas do Hemocentro, as próximas coletas acontecem nos dias 15, 22 e 29, sempre no horário das 8h às 17h.

Neste primeiro dia, a ação atraiu vários doadores que passavam pelo local e resolveram participar da campanha. Depois de conhecer o serviço, por meio das explicações dos servidores do Hemocentro, a costureira Nice Francis, de 31 anos, fez sua primeira doação. “Não dói; não passei mal; o pessoal atende a gente muito bem e agora vou passar a ser uma doadora porque conheço várias pessoas que já sofreram muito pela falta de doadores de sangue e a gente sabe que em todo instante tem alguém necessitando desse gesto”, disse.

Quando Nice conversou com a assistente social, ficou sabendo que mulher pode doar três vezes ao ano, em um prazo mínimo de três meses. Já o homem pode fazer a doação quatro vezes ao ano, com intervalos mínimos de dois meses.

O porteiro José de Arimateia, de 29 anos, doa sangue quatro vezes ao ano. Ele é doador, desde 2005, quando o filho necessitou de sangue para fazer uma cirurgia. Nesta quarta-feira, aproveitou para fazer a doação. “Quer maior prova de amor do que doar ao próximo o nosso próprio sangue?”, declarou.

O motorista Josuete Bezerra de Albuquerque, de 56 anos, é doador desde 1976. A primeira vez que fez a doação foi por conta própria e nunca mais parou. “Sangue é vida e muita gente precisa para sobreviver”.

A assistente social Magda Helene de Oliveira lembrou que, neste mês de janeiro, as doações estão abaixo de 50% devido ao período de férias. “Diante disso, uma das estratégias do Hemocentro é fazer a coleta externa, que é uma importante ferramenta de captação de doadores, já que sensibiliza as pessoas. Por isso que a nossa unidade móvel vai a qualquer lugar que solicite. Basta que seja agendado previamente junto à direção do Hemocentro”.

A profissional que primeiro aborda o doador é a assistente social. É ela quem explica que uma única doação pode salvar até quatro vidas, dependendo do componente sanguíneo que o paciente necessita; que o doador tem direito a isenção em concurso público, a um dia de folga no ano e a vários exames, a exemplo de sífilis, chagas, aids, hepatites B e C, tipagem e fator sanguíneo, entre outros. Além disso, são distribuídos panfletos com todas as informações sobre as condições para que a pessoas possam ser doadoras de sangue.

Para doar, é preciso:

- Ter idade entre 16 e 67 anos, 11 meses e 29 dias (se for menor de 18 anos é necessário autorização do responsável legal);

- Pesar acima de 50 quilos;

- Ter dormido normalmente nas últimas 24 horas;

- Estar alimentado, dando intervalo de duas horas após o almoço;

- Evitar alimentos gordurosos na véspera e no dia da doação;

- Não ter tido hepatite após os 11 anos de idade;

- Não estar gripado, resfriado, com febre ou diarreia;

- Não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas;

- Não ter comportamento de risco para doenças sexualmente transmissíveis;

- Não estar grávida ou em período de amamentação. A menstruação e o uso de pílulas anticoncepcionais não impedem a doação.

As pessoas interessadas em doar sangue ou que precisarem esclarecer qualquer dúvida, como também marcar uma coleta externa, podem ligar para o telefone (083) 3218-7698.