João Pessoa
Feed de Notícias

Hemocentro e ONGs mobilizam população na Capital por doação de sangue

segunda-feira, 16 de junho de 2014 - 07:43 - Fotos: 

O Hemocentro de João Pessoa realizou neste sábado a Campanha Sangue Junino, com o objetivo de reforçar o estoque de sangue colocado à disposição da rede hospitalar.

Realizada em conjunto com o ‘Movimento Chicleteiro tem sangue bom’ e a ONG Doe Sangue PB, a campanha começou às 8h e terminou às 17h, com coletas simultâneas na sede do órgão e na Lagoa do Parque Solon de Lucena. A mobilização lembrou o Dia Internacional do Doador de Sangue.

De acordo com Arlene Amorim, coordenadora da ONG Doe Sangue PB, esse foi o quarto ano da Campanha Sangue Junino, que é realizada em parceria entre o Hemocentro e a ONG Centro ProAtivo. Ela ressaltou que este ano a campanha teve um alcance maior porque, embora nordestina, teve a adesão da cidade de São Paulo.

Arlene também lembrou que nessa época a necessidade do Hemocentro aumenta: “Normalmente nesse período, assim como em todas as festas populares, acontecem muitos acidentes e a necessidade de sangue aumenta muito, por isso fazemos esse reforço para ajudar”, falou.

A estudante Djane da Silva doou sangue pela primeira vez: “Eu sempre tive vontade de doar, sempre senti esse desejo, mas nunca fui até o hemocentro. Hoje, passando por aqui pela Lagoa, quando vi o pessoal entregando folhetos e informando sobre a doação, senti que chegou o momento”, relatou.

Djane lembrou também que é importante que as pessoas percam o medo, pois a doação de sangue é um ato de amor. “Conheço muitas pessoas que têm medo de doar, acham que vai doer, que vão ficar fracas, pensamentos completamente equivocados sobre a doação. Doar é simples e a consequência é grandiosa pois é um ato de amor à vida e ao próximo”, disse a estudante.

Sérgio Brandão, da ONG Doe Sangue PB ressaltou a importância da doação voluntária: “Normalmente as pessoas têm a seguinte ideia: ‘eu só faço a doação se for para alguém da minha família, um amigo, algo assim’; mas, e em casos de emergência, urgências, acidentes de trânsito? Não dá tempo de avisar a família, por isso é necessário que exista um estoque de sangue. Daí a importância da doação voluntária. Doar por amor e não só quando alguém que você conhece precisa”, lembrou.

Sobre os parceiros – “Chicleteiro tem Sangue Bom” é uma campanha de doação de sangue organizada pelas torcidas e fãs-clubes do bloco Chiclete com Banana iniciada em 2007, na Hemoba, em Salvador (BA).

O mês de junho foi escolhido para esta ação, pois nesta época do ano, devido às festas de São João no Nordeste, os hemocentros ficam com o estoque de sangue reduzido. Nesse período, fãs de várias capitais do Brasil se dirigem aos hemocentros das suas cidades para fazer as doações.

A Campanha Doe Sangue Brasil realizou a quarta edição neste ano. É um movimento criado por voluntários que fazem parte das redes sociais, formadas por incentivadores da doação de sangue.

Na Paraíba, a campanha é coordenada pela equipe do Doe Sangue PB, organização sem fins lucrativos liderada por jovens voluntários, que tem como principal objetivo estimular a doação de sangue, divulgando pedidos de doações, informações sobre a importância da doação de sangue, notícias e dicas através das redes sociais.

Condições para ser doador de sangue

- Ter idade entre 16 e 69 anos (se for menor de 18 anos é necessária a autorização do responsável legal);

- Pesar acima de 50 quilos;

- Ter dormido normalmente nas últimas 24 horas;

- Estar alimentado, com intervalo de duas horas após o almoço;

- Evitar alimentos gordurosos na véspera e no dia da doação;

- Não ter tido hepatite após os 11 anos de idade;

- Não estar gripado, resfriado, com febre ou diarreia;

- Não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas;

- Não ter comportamento de risco para doenças sexualmente transmissíveis;

- Não estar grávida ou em período de amamentação. A menstruação e o uso de pílulas anticoncepcionais não impedem a doação;

- Respeitar o intervalo entre as doações que devem ser de dois meses para os homens e de três meses para as mulheres.

 

As pessoas interessadas em doar sangue e precisarem tirar qualquer dúvida ou marcar uma coleta externa podem ligar para o telefone (83) 3218-7698.