João Pessoa
Feed de Notícias

Hemocentro e ONG usam personagem acidentado para chamar atenção sobre doação de sangue

domingo, 14 de dezembro de 2014 - 10:04 - Fotos: 

O Hemocentro de João Pessoa e a ONG Doe Sangue PB encontraram uma nova forma de chamar a atenção da população sobre a importância de doar sangue. Durante a coleta externa realizada neste sábado (13) no Parque Solon de Lucena, foi utilizado um personagem que simulava ter sido vítima de um acidente de trânsito.

“Quando vi esse rapaz ferido no rosto, tive um susto e pensei que fosse verdade”, disse a professora Anaíde dos Santos  Silva, 42 anos, que mora no Bairro Costa e Silva e decidiu fazer a sua doação. O comerciário José Félix do Nascimento, 29 anos,  morador do bairro do Geisel, aproveitou a folga do trabalho para exercer a sua cidadania e fazer um gesto de solidariedade. “Eu sofri um acidente de moto e sei o valor que tem uma bolsa de sangue em momentos como esse”, comentou.

A coleta externa realizada neste sábado foi uma das dez programadas para acontecer durante todo esse mês e que já faz parte do calendário mensal do Hemocentro de João Pessoa.   Ainda este mês vão acontecer coletas externas no  dia 17,  no município  de Mamanguape;  dia 18, no Sistema Correio de Comunicação, no centro de João Pessoa;  dia 19, no Laboratório de Análises Clínicas Roseane Dore, no Bairro de Manaíra; e fechando a  programação do mês a última coleta externa de sangue  será realizada no dia 20, na Igreja Batista do Jardim Cidade Universitária, no bairro de Manaíra.

A diretora geral do Hemocentro Sandra Sobreira explica que o objetivo das coletas externas é reforçar o estoque e atender à demanda dos hospitais.  A direção do Hemocentro  faz um apelo para que as pessoas compareçam aos locais e façam a sua doação, pois o Hemocentro precisa manter o estoque de sangue regular. Em datas comemorativas o Hemocentro realiza campanhas para sensibilizar as pessoas sobre a importância do ato de doar sangue, um gesto humano, solidário e que ajuda a salvar vidas.

“Conclamamos todas as pessoas que porventura estejam passando por esses locais  que façam a sua doação para  que possamos manter regular o nosso estoque e assim garantir o atendimento a todos aqueles que precisam do sangue”, destacou a chefe do Núcleo de Ações Estratégicas do Hemocentro, Divane Cabral.

De acordo com a diretora técnica do Hemocentro da Paraíba, Rosângela Duarte, só em 2014, o Hemocentro contabilizou 33 mil doadores. “É um saldo muito positivo, observamos um aumento de 10% com relação ao ano passado. Cada doador produz quadro hemocomponentes – concentrado de hemácias, plasma fresco concentrado, concentrado de plaquetas, crioprecipitado. Só este ano, o Hemocentro realizou 52 mil liberações de hemocomponentes, beneficiando e, inclusive, salvando a vida de muita gente”, disse.

Ela disse, no entanto, que a diminuição do estoque de sangue nos bancos do Estado é uma tendência que se repete todos os anos nos meses de dezembro e janeiro. “Com a aproximação das festas de final de ano e a chegada das férias, as doações diminuem consideravelmente. De maneira geral e estimada, se normalmente temos 120 doações em dias ditos normais, nessa época o número desce para 90”, disse ela.

Rosângela afirmou que,Sobre a ONG – O Doe Sangue PB conta com cerca de 50 voluntários, sendo 30 mais ativos que seguem e divulgam os conteúdos do movimento nas redes sociais Twitter, Facebook e Instagram. Somando todos os seguidores do movimento, cerca de 10.000 pessoas são atingidas, mas segundo Thiago Gomes, apesar do grande número de pessoas algumas vezes eles encontram dificuldades.

Thiago Gonçalo Gomes idealizou o movimento de trabalho voluntário que surgiu na observação da necessidade de doação para uma amiga. “Neste momento eu percebi a dificuldade em conseguir doadores, então surgiu a ideia da criação de uma conta no Twitter para divulgar informações para a população” revelou.

Condições para ser doador de sangue

- Ter idade entre 16 e 69 anos (se for menor de 18 anos é necessária a autorização do responsável legal);

- Pesar acima de 50 quilos;

- Ter dormido normalmente nas últimas 24 horas;

- Estar alimentado, com intervalo de duas horas após o almoço;

- Evitar alimentos gordurosos na véspera e no dia da doação;

- Não ter tido hepatite após os 11 anos de idade;

- Não estar gripado, resfriado, com febre ou diarreia;

- Não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas;

- Não ter comportamento de risco para doenças sexualmente transmissíveis;

- Não estar grávida ou em período de amamentação. A menstruação e o uso de pílulas anticoncepcionais não impedem a doação;

- Respeitar o intervalo entre as doações que devem ser de dois meses para os homens e de três meses para as mulheres.

As pessoas interessadas em doar sangue e precisarem tirar qualquer dúvida ou marcar uma coleta externa, podem ligar para o telefone (083) 3218-7698.