Fale Conosco

25 de março de 2012

Hemocentro de CG será referência para tratamento de doença falciforme



O Hemocentro Regional de Campina Grande vai se tornar Centro de Referência para o Tratamento de Doenças Falciformes na região da Borborema. Para preparar a unidade, os profissionais passarão por uma capacitação a partir desta segunda-feira (26) até o dia 30, no auditório do órgão, por meio do Curso Teórico e Prático para Diagnósticos Laboratoriais das Hemoglobinopatias, que será ministrado pela técnica do Ministério da Saúde, Claudia Bonini.

De acordo com a coordenadora do Setor de Enfermagem do Hemocentro de Campina Grande, Enedina Marques, o objetivo do curso é capacitar a equipe de Campina Grande, a do Hemocentro de João Pessoa, do Laboratório Central de Saúde Publica (Lacen) e dos demais órgãos da saúde para que possam diagnosticar e atender aos pacientes com doença falciforme.  “Essas doenças são hereditárias e ocasionadas pela destruição das hemácias e suas principais manifestações clínicas são a anemia e icterícia”, explicou Enedina.

A primeira etapa do curso acontecerá do dia 26 ao dia 29 e será destinada para os bioquímicos. No dia 30, a capacitação terá o tema “Aconselhamento Genético” e será direcionada aos profissionais dos setores de assistência social, psicologia, enfermagem, equipe da atenção básica de saúde do município e estudantes. O último tema será ministrado pela consultora do Ministério da Saúde e assessora técnica em doença falciforme, Silma de Melo.