Fale Conosco

19 de fevereiro de 2014

Hemocentro de Campina Grande abre campanha de doação de sangue para o carnaval



Nesta folia de carnaval vista-se de solidariedade. Doe Sangue”. Este é o tema da campanha de doação de sangue pré-carnavalesca deste ano que o Hemocentro Regional de Campina Grande abre oficialmente nesta quinta-feira (20), às 9h, na área em frente à sede da instituição, no bairro do Catolé, ao lado do Terminal Rodoviário Argemiro de Figueiredo.

Na oportunidade, a diretora geral do Hemocentro Regional de Campina Grande, Maristela de Barros Macedo, fará uma explanação sobre a importância da campanha que acontece há vários anos nesse período momesco. O objetivo é conclamar os doadores campinenses e as pessoas que visitam a cidade nesse período a exercer a sua cidadania e solidariedade, doando seu sangue para que o Hemocentro possa manter o estoque regular.

Nesta época do ano, o número de doações de sangue cai cerca de 50% porque muitas pessoas viajam de férias. Em contrapartida, neste período aumenta o número de acidentes e, consequentemente, a demanda de sangue nos hospitais. É preciso destacar também as pessoas com câncer, que fazem transfusões regularmente e que correm o risco de serem prejudicadas com a falta do produto”, lembrou a diretora do Hemocentro campinense.

A chefe do Núcleo de Ações Estratégicas do Hemocentro de Campina, Maria de Lúcia Araújo, lembrou que nos dias de carnaval é grande o número de pessoas acidentadas que vem de muitas cidades do interior paraibano para serem atendidas no Hospital de Trauma de Campina Grande, principalmente dos municípios que investem na festa de momo.

Em função dessa realidade, é preciso que o nosso Hemocentro esteja com estoque de sangue abastecido a fim de atender a demanda. É preciso o envolvimento de todos os segmentos da sociedade campinense nessa campanha cuja meta maior é salvar vidas.”

Na sexta-feira (21), a campanha pré-carnavalesca de doação de sangue realizada pelo Hemocentro de Campina Grande terá suas atividades desenvolvidas na Praça da Bandeira, a partir das 8h, com a realização de panfletagem e mobilização comandadas pelas assistentes sociais da instituição. A intenção, conforme a diretora do Hemocentro, é envolver toda a cidade na campanha, que se estenderá até o próximo dia 28.