João Pessoa
Feed de Notícias

Hemocentro da PB convoca população para doar sangue no período de férias

terça-feira, 18 de janeiro de 2011 - 09:46 - Fotos: 

Para evitar que o estoque de sangue fique comprometido e coloque em risco a vida de dezenas de pessoas que precisam diariamente de transfusão, o Serviço Social do Hemocentro da Paraíba faz um apelo à população para que procure a instituição e faça sua doação de sangue.

Nesse período de férias, o número de doações sofre uma queda significativa por conta da ausência dos doadores fidelizados, aqueles que comparecem de duas a três vezes no ano para doar. Essa falta de doadores ocorre justamente em um período com muitos acidentes automobilísticos e a demanda por sangue aumenta consideravelmente.

De acordo com a assistente social do Hemocentro Maria da Conceição Abrantes, o estoque de sangue está regular, mas para mantê-lo é preciso que os doadores compareçam. “Enquanto o número de doações diminui no período de dezembro a janeiro, cresce a necessidade de sangue nos hospitais e precisamos estar preparados para atender a todos os pacientes que precisam de transfusão”, afirmou.

Além de chamar novos doadores, o Hemocentro realiza regularmente palestras educativas em empresas, escolas, universidades, Forças Armadas e hospitais com o objetivo de sensibilizar e mostrar para os participantes a importância de se doar sangue.  Maria da Conceição Abrantes disse que atualmente existem sete grandes empresas fidelizadas junto ao Hemocentro, mas o Serviço Social está trabalhando para aumentar esse número.

Nos hospitais, a ação é direcionada para os funcionários que têm a missão de sensibilizar os parentes dos pacientes para importância de doar sangue. “Mesmo que o paciente não precise de sangue, os familiares são orientados e sensibilizados a fazer a doação para ajudar outras pessoas que estão precisando do sangue”, disse a assistente social.

Tabus – A assistente social Vânia Pereira, também do Hemocentro, disse que ainda existem muitos tabus sobre a doação de sangue que precisam ser quebrados. Ela explica que mulheres que estiverem com o fluxo menstrual normal podem doar sangue e as pessoas com piercing ou tatuagem também podem fazer a doação, desde que se cumpra o prazo de um ano após a realização desses procedimentos.

Requisitos – Para ser doador, é preciso que as pessoas tenham de 18 a 65 anos, com peso acima de 50 kg, que não estejam tomando remédio controlado, não tenham ingerido bebida alcoólica até 24 horas antes da doação e estejam gozando de boa saúde. Todo o material coletado passa por exames de sífilis, HIV, hepatite B e C, entre outros, que garantam a qualidade do sangue coletado.

Vânia Pereira lembra que o procedimento é seguro. “Não existe risco no ato de doar sangue. Todo o material é descartável e também não é necessário ficar doando sangue sempre, só porque doou uma vez”, lembrou.

Os tipos sanguíneos mais procurados são A+ e O+, e o tipo mais difícil de obter é o AB-, sendo que apenas 0,3% da população possuem esta tipagem. A Hemorrede recebe em média sete mil doações de sangue por mês, o que é suficiente para atender a demanda dos hospitais públicos e privados da Paraíba durante este período.