Fale Conosco

25 de novembro de 2011

Hemocentro da Paraíba reforça campanhas para garantir estoque



Mais de 120 pessoas doaram sangue na manhã desta sexta-feira (25), no Hemocentro da Paraíba, em João Pessoa, durante a comemoração pelo Dia do Doador de Sangue. O número de doadores desta manhã quase atingiu a média diária de doações no órgão, que é de 150 pessoas. O Hemocentro da Paraíba ofereceu uma programação especial e homenageou os doadores com festa e sorteios de brindes.

A diretora geral do Hemocentro da Paraíba, Sandra Sobreira, disse que o final de ano é um período em que geralmente há diminuição no estoque de sangue, por causa do elevado número de acidentes. “Por isso estamos reforçando as campanhas nesse período e pedimos que, em especial, as pessoas que têm sangue com fator RH negativo, procurem o Hemocentro e façam também sua doação, porque é um gesto de solidariedade, que pode salvar a vida de alguém que está precisando”, alertou.

O tipo sanguíneo mais raro no estoque do Hemocentro da Paraíba é o AB negativo, e os mais comuns são A e O positivo, conforme revelou a chefe do Núcleo de Ações Estratégicas Especiais do Hemocentro da Paraíba, Divane Cabral Pinheiro. “O período do ano de maior demanda por sangue são, geralmente, os períodos de festas, quando aumenta o número de acidentes, a exemplo do Carnaval, São João e festas de final de ano”, observou.

Doadora premiada – O Hemocentro homenageou com uma medalha a doadora com maior número de doações registradas no cadastro do órgão, Janaína de Araújo Campos, que já realizou o gesto voluntário 24 vezes. Sandra Sobreira destacou que as doações de mulheres aumentaram no último ano, passando de 6.188 mulheres, em 2010, para 6.897, neste ano – aumento de 11,45%.

Diariamente, o órgão distribui mais de três mil bolsas de sangue para as instituições de saúde de toda a Paraíba, e realiza, em média, 15 transfusões diárias na sede. Em João Pessoa, o Hemocentro recebe, em média, de 150 a 200 doadores por dia.

Durante uma doação, o voluntário retira 450 mililitros de seu sangue. O sangue coletado é estocado por grupo sanguíneo e fracionado em concentrado de hemácias, concentrado de plaquetas e plasma. Cada doação é dividida em três ou quatro bolsas de sangue para transfusão. Geralmente, a maior demanda dos pacientes é pelos concentrados de hemácias e plaquetas.