João Pessoa
Feed de Notícias

Hemocentro da Paraíba realiza atividades pelo Dia Nacional do Doador de Sangue

quinta-feira, 26 de novembro de 2015 - 11:24 - Fotos:  Ricardo Puppe

Com o objetivo de lembrar a importância do ato da doação de sangue, além de agradecer aos doadores pela solidariedade, o Hemocentro da Paraíba realizou nessa quarta-feira (25), quando é comemorado o Dia Nacional do Doador de Sangue, atividades alusivas à data. Os doadores que passaram pelo Hemocentro foram surpreendidos com dinâmicas, ginástica laboral, lanche especial, homenagem e sorteio de brindes.

A advogada Paula Marques, de 60 anos é uma das doadoras mais antigas do Hemocentro e, por este motivo, foi uma das homenageadas durante o evento. “Comecei a doar com 18 anos. Na época, minha mãe precisou de sangue e a partir daí senti na pele a necessidade de doar e não parei mais. Sinto muito orgulho disso. Não dói, não tira pedaço e só faz bem a quem doa e a quem recebe a doação. Saber que salvei até quatro vidas em cada doação é muito gratificante para mim”, defendeu Paula, que ainda fez um apelo, para que toda mulher possa contribuir fazendo sua doação.

Outro homenageado foi José Igor, de 17 anos, um dos doadores mais jovens e que mais doa sangue na unidade. “Costumo doar a cada três meses e, na minha opinião, é um gesto simples que pode ajudar várias pessoas. Por isso, quem tiver interesse em doar não deixe de vir ao Hemocentro para contribuir e, assim, praticar a solidariedade. O Hemocentro está de portas abertas para receber a todos”, declarou o estudante.

De acordo com a diretora geral do Hemocentro, Sandra Sobreira, essa é uma forma de homenagear quem salva a vida de pessoas que nem conhece. “É extremamente importante reconhecer o papel fundamental que elas têm na vida de milhões de pessoas que dependem da transfusão de sangue. O ato da doação de sangue é algo tão nobre, que a atitude de salvar vidas não poderia deixar de ser lembrada”, finalizou Sandra Sobreira.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que o número de doadores de um país seja de 3% a 5% do total da população. Contudo, segundo dados do Ministério da Saúde, este índice no Brasil está bem aquém do preconizado, não chegando a 2%.

De acordo com a chefe de ações estratégicas do Hemocentro da Paraíba, Divane Cabral, com o objetivo de incentivar cada doador, foi desenvolvida uma carteira de fidelização. “A carteira rosa é para mulheres e a azul para homens, sendo que com 30 doações o doador passa a ter a carteira prata e com mais 30 ele recebe a carteira ouro”.

A chefe de ações estratégicas do Hemocentro da Paraíba ainda lembrou a importância das mulheres deixarem o tabu de lado e passarem a doar cada vez mais. “Antigamente apenas 10% das mulheres eram doadoras, atualmente já são 23%, mas a nossa meta é chegar aos 30%. Por isso, pedimos para que as mulheres também se engajem nessa luta pela vida e pela solidariedade”, defendeu Divane.

Dando continuidade à programação, o Hemocentro está com a sua unidade de coleta externa disponível no Ponto Cem Reis, das 8h às 17h, com divulgação e panfletagem.

A Rede Hemocentro da Paraíba é responsável por atender 40 hospitais, cobrindo 100% dos leitos do Sistema Único de Saúde e mais os leitos de planos de saúde cadastrados. É composta por uma rede de dez hemonúcleos distribuídos nos municípios de Guarabira, Picuí, Monteiro, Princesa Isabel, Patos, Piancó, Itaporanga, Cajazeiras, Sousa e Catolé do Rocha, além de um regional em Campina Grande.

As pessoas interessadas em doar sangue e precisarem tirar qualquer dúvida ou marcar uma coleta externa podem ligar para o telefone (083) 3218-7698.

Condições para ser doador de sangue

Ter idade entre 16 e 67 anos, 11 meses e 29 dias (se for menor de 18 anos é necessário autorização do responsável legal).

- Pesar acima de 50 quilos.

- Ter dormido normalmente nas últimas 24 horas.

- Estar alimentado, dando intervalo de duas horas após o almoço.

- Evitar alimentos gordurosos na véspera e no dia da doação.

- Não ter tido hepatite após os 11 anos de idade.

- Não estar gripado, resfriado, com febre ou diarréia.

- Não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas.

- Não ter comportamento de risco para doenças sexualmente transmissíveis.

- Não estar grávida ou em período de amamentação. A menstruação e o uso de pílulas anticoncepcionais não impedem a doação.