Fale Conosco

2 de abril de 2014

Hemocentro da Paraíba promove evento alusivo ao Dia Mundial da Hemofilia



A partir das 9h desta quinta-feira (3), o Hemocentro da Paraíba iniciará as atividades referentes ao Dia Mundial da Hemofilia, que é celebrado mundialmente em 17 de abril. O encontro tem como principal público-alvo os portadores da doença no Estado, seus familiares e a equipe multiprofissional que cuida dos casos. O objetivo é falar sobre as novidades em termos de tratamento, apresentar orientações básicas, além de promover a confraternização entre os envolvidos.

Entre outros momentos, estão programados para o evento uma palestra sobre profilaxia, discurso do presidente da Federação Paraibana de Hemofilia, Elias Marques, sobre o trabalho desempenhado no Estado, sorteio de brindes e coffee break. Além disso, a comemoração contará com a presença da Dra. Tânia Maria Onzi Pietrobelli, representante da Federação Brasileira de Hemofilia.

De acordo com a diretora geral do Hemocentro da Paraíba, Sandra Sobreira, o encontro, que é fixo no calendário do Hemocentro, é de suma importância para o tratamento da doença no Estado. “A interação que promovemos no encontro é formidável. Através dele, além da diversão e confraternização entre pacientes e envolvidos, os portadores da doença podem fazer suas reivindicações e sugestões. Desta maneira, temos um retorno imediato e podemos melhorar cada vez mais o atendimento”, afirmou.

Na Paraíba – A Paraíba possui hoje 232 portadores da hemofilia. Segundo Sandra Sobreira, existem vários pontos de tratamento espalhados pelo Estado – a equipe multiprofissional do Hemocentro da Paraíba (em João Pessoa), o Hemocentro Regional de Campina Grande e mais 11 hemonúcleos que se estendem pelo território paraibano: Guarabira, Itabaina, Picuí, Patos, Monteiro, Princesa Isabel, Piancó, Itaporanga, Cajazeiras, Souza e Catolé do Rocha.

Dia Mundial da Hemofilia – A data de 17 de Abril foi escolhida como homenagem a Frank Shnabel, fundador da Federação Mundial de Hemofilia, que nasceu nesse dia.

Também conhecido como o Dia Mundial do Hemofílico, o Dia Mundial da Hemofilia foi criado para divulgar melhor a hemofilia e as implicações para quem sofre da doença, aumentando a conscientização da população em geral, reduzindo preconceitos e facilitando a luta pelos direitos dos hemofílicos. O Dia do Hemofílico é comemorado atualmente em mais de 100 países em todo o mundo.

A hemofilia é uma doença crônica, atualmente ainda sem cura, mas com diversos tratamentos disponíveis. É um distúrbio hereditário que causa uma reduzida coagulação sanguínea e uma elevada tendência hemorrágica.