João Pessoa
Feed de Notícias

Hemocentro coleta 20 bolsas de sangue em ação realizada no Grupamento de Engenharia

quarta-feira, 8 de junho de 2011 - 18:12 - Fotos: 

O Hemocentro da Paraíba realizou nesta quarta-feira (8) a segunda coleta externa de sangue do mês. A primeira aconteceu no último dia 1º na cidade de Rio Tinto, quando foram coletadas 38 bolsas. Das 8h às 14h desta quarta-feira, a unidade móvel do Hemocentro esteve no Grupamento de Engenharia, na Avenida Epitácio Pessoa, na Capital, onde foram coletadas 20 bolsas de sangue.

De acordo com a assistente social Divane Cabral Pinheiro Macedo, chefe do Núcleo de Ações Estratégicas do Hemocentro, a expectativa era de  que o número de bolsas chegasse a 40 porque os funcionários do banco Santander, também na Epitácio Pessoa, iriam doar, mas por questões disciplinares e administrativas não foi autorizada a entrada deles no quartel.

A próxima ação será nesta sexta-feira (10), quando o Hemocentro estará realizando das 8h ao meio dia uma ação global com a distribuição de material educativo em uma escola da comunidade Paratibe, no conjunto Valentina de Figueiredo.

As coletas externas que serão realizadas durante todo este mês pelo Hemocentro da Paraíba fazem parte da campanha ‘Acenda a Fogueira do seu Coração – Doe Sangue’ e visa garantir o estoque para o período festivo que abrange todo o mês de junho, quando é registrado um aumento no número de atendimentos.

Programação – Nos dias 15, 20 e 22 serão realizadas coletas no Parque Solon de Lucena e, fechando a programação do mês, a última coleta será no dia 29 no Supermercado Makro, às margens da BR-230 na entrada no conjunto Esplanada.

A demanda atual do Hemocentro da Paraíba varia de 100 a 150 bolsas de sangue ao dia. Em períodos festivos, essa demanda aumenta por conta do número maior de atendimentos. Neste mês de junho, a necessidade passa a ser de 200 a 250 bolsas de sangue ao dia.

Quem pode doar sangue – Para ser doador, é preciso ter entre 18 e 65 anos de idade, estar com peso acima de 50 kg, não fazer uso de medicamentos controlados, não ter ingerido bebida alcoólica até 24 horas antes da doação e gozar de boa saúde. Todo o material coletado passa por exames de sífilis, HIV, hepatite B e C, entre outros que garantam a qualidade do sangue coletado.

“Não existe risco no ato de doar sangue. Todo o material é descartável e também não é necessário ficar doando sangue sempre porque doou uma vez”, lembrou a assistente social do Hemocentro da Paraíba, Divane Cabral.

Fortalecimento do estoque – A diretora do Hemocentro, Sandra Sobreira, explicou que a rede de hemonúcleos está contribuindo para fortalecer o estoque de bolsas de sangue do Hemocentro, em João Pessoa. A rede tem unidades em Princesa Isabel, Picuí, Itaporanga, Piancó, Patos, Sousa, Cajazeiras, Guarabira, Monteiro e Catolé do Rocha, além do Hemocentro de Campina Grande.

 

De acordo com a assistente social Divane Cabral, cada doador de sangue pode salvar até quatro vidas.