Fale Conosco

24 de julho de 2009

Gustavo Gominho participou de Conferência Livre sobre Segurança Pública, em Caaporã



O secretário da Segurança e da Defesa Social (SEDS), Gustavo Gominho, participou de mais uma Conferência Livre sobre Segurança Pública, no município de Caaporã, oportunidade em que ouviu a população do Litoral Sul, respondeu indagações de representantes de vários segmentos sociais e fez uma exposição sobre as ações que o órgão desenvolve para reduzir os indicadores de criminalidade.

Ele anunciou que a SEDS está concluindo um Plano Estadual de Segurança, a partir de sugestões apresentadas pela sociedade civil em várias audiências públicas realizadas nas áreas das delegacias regionais. O plano será posto em prática em breve, pois apenas os municípios de Itaporanga, Cajazeiras, Sousa e Catolé do Rocha ainda não receberam as autoridades da segurança para apresentar suas sugestões.

Pronasci – O secretário revelou, ainda, que a Paraíba foi incluída no Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), cujo objetivo é trabalhar as causas oferecendo aos gestores públicos os recursos necessários para investir em infraestrutura, ação social e políticas públicas voltadas para diminuição dos índices de violência.

Ao contrapor críticas feitas por representantes classistas, o secretário enumerou as providências adotadas pelo atual governo, que só agora está conseguindo recursos necessários à contrapartida do Estado para receber quase R$ 10 milhões relativos a oito convênios com o Governo Federal.

Herança – “A situação herdada da gestão anterior foi deplorável”, disse o secretário, citando como exemplo dois setores básicos e prioritários, “mas que não ofereciam a menor condição de funcionamento: o Centro Integrado de Operações (Ciop), com apenas 16 linhas telefônicas e praticamente sem condições de trabalho, e a Academia de Polícia, demolida. Acrescente-se a isso a redução do efetivo de funcionários, fato que será minimizado com a contratação dos aprovados nos últimos concursos”.

Dentro da série de providências para melhorar a área de segurança pública, Gominho fez referência ao projeto de interligação de todas as delegacias policiais em rede, a fim de que as informações policiais sejam acessadas e o trabalho tenha a agilidade necessária à atividade-fim.

Participaram da conferência o prefeito de Caaporã, João Batista, e a primeira dama Iranilda Soares; os deputados Branco Mendes e Rodrigo Soares; a promotora Cassiana Mendes de Sá; o presidente da Câmara Municipal, Arenilson Alexandre; o padre Pedro Geraldo Targino, entre outros.

Da Assessoria de Imprensa da Secretaria da Segurança e da Defesa Social