João Pessoa
Feed de Notícias

Guarabira ganha Banco de Leite Humano e hemodiálise, nesta terça

terça-feira, 29 de junho de 2010 - 15:35 - Fotos: 
O Governo do Estado está implantando o sexto Banco de Leite Humano da Paraíba e reabrindo o Centro de Hemodiálise do Complexo de Saúde do Município de Guarabira. O governador José Maranhão vai entregar à população do Brejo paraibano os dois serviços funcionando, às 17h desta terça-feira (29). Em 2002, o governo deixou a hemodiálise pronta, mas o serviço foi desativado e o prédio abandonado. Além de ativar esse serviço, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) também identificou a necessidade da instalação do banco de leite para incentivar o aleitamento materno e agilizar a assistência aos bebês prematuros, reduzindo as mortes infantis na região.

Tanto a hemodiálise quanto o banco de leite fazem parte do Complexo de Saúde do Município de Guarabira, que conta ainda com o Hospital Regional, maternidade, Hemonúcleo e laboratório. O secretário estadual da Saúde, José Maria de França, lembrou que o Centro de Hemodiálise foi fechado na gestão anterior, sob a alegação de que a água da região não era própria para o serviço.

Investimentos –
“Com a desativação da hemodiálise, os doentes crônicos de Guarabira e região precisavam se deslocar até João Pessoa em busca de tratamento, ficando longe de suas famílias e correndo riscos desnecessários nas viagens. Se o problema era a água, a solução era simples: fazer o tratamento e não deixar a população desassistida. Foi isso que fizemos. Investimos em torno de R$ 220 mil somente no tratamento da água, fora todas as outras despesas com a reforma do prédio e a instalação do serviço”, afirmou José Maria.

O Centro de Hemodiálise de Guarabira foi terceirizado à Clínica Santo Amaro, que ganhou a licitação para a prestação do serviço. Somente com o serviço de tratamento de água foram gastos em torno de R$ 220 mil. No ano passado, o governo ampliou o Centro de Hemodiálise de Patos. Ainda este ano, a SES deve entregar os serviços de hemodiálise dos municípios de Cajazeiras, no Sertão paraibano, e Monteiro, no Cariri. Com esses novos serviços, os doentes renais crônicos – que precisam de até três sessões de hemodiálise por semana, com duração média de quatro horas, cada uma – terão tratamento assegurado em todas as regiões da Paraíba.

O banco – A diretora do Centro de Referência de Banco de Leite Humano Anita Cabral, Socorro Amaro, disse que o complexo hospitalar mantém um dos 12 postos de coleta de leite humano do Estado e que, agora, está ganhando um banco de leite, que vai permitir o processamento e a distribuição do leite coletado para toda a região. “O banco de leite vai incentivar o aleitamento e dar assistência direta aos prematuros que estão em unidades de terapia intensiva. Hoje, o leite coletado em Guarabira vai para o Centro de Referência, em João Pessoa, para ser analisado, processado e distribuído. Com o banco, esse processo será todo feito em Guarabira, agilizando o atendimento”, explicou.

Segundo a Subgerência de Engenharia da SES, o Banco de Leite vai funcionar em um prédio do complexo que estava ocioso e foi reformado e adaptado, com um investimento médio de R$ 50 mil. Os equipamentos foram adquiridos através de uma parceria com o Ministério da Saúde. O Complexo de Saúde de Guarabira fica localizado na Rua Prefeito João Pimentel Filho, 447, no centro daquela cidade.

Da Assessoria de Imprensa da SES-PB