Fale Conosco

21 de janeiro de 2013

Guarabira abre oficinas para elaboração do Plano Estadual de Resíduos Sólidos



O Governo do Estado inicia a elaboração do Plano Estadual de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos dos Municípios Paraibanos. Na próxima quarta-feira (23) será realizada, em Guarabira, a 1ª Oficina Regional de Trabalho para apresentação e divulgação da iniciativa de regionalização e coleta de dados sobre resíduos.

O encontro, que acontece no Maison Laguna, a partir das 08h30, vai reunir representantes dos municípios polarizados por Guarabira. Na ocasião, eles vão receber da Geothecnique Consultoria e Engenharia, empresa responsável pela elaboração do documento, um questionário que vai levantar informações sobre manejo dos resíduos sólidos nessas cidades, lei orgânica, plano de limpeza urbana e outros dados que ajudarão a nortear o plano.

Essa é a primeira das oficinas que serão realizadas em 10 cidades-polo e que vão envolver todos os 223 municípios paraibanos. Os demais municípios que sediarão o encontro serão João Pessoa, Campina Grande, Bananeiras, Sumé, Picuí, Patos, Itaporanga, Pombal e Sousa. “Depois que todas as cidades responderem e devolverem os questionários, as informações serão condensadas e, a partir daí, o plano deverá estar pronto dentro de seis meses”, informou José Patrocínio Fernandes, coordenador adjunto do Plano de Resíduos Sólidos.

Para o secretário de Estado dos Recursos Hídricos, do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia, João Azevêdo Lins Filho, o plano vem atender a necessidade de se cumprir a lei nº 12.305/2010, que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos. “O que o Estado está fazendo é oferecer, através do plano, os meios para que os municípios possam resolver definitivamente o problema da coleta de resíduos”, finalizou o secretário.

A realização das oficinas tem como objetivo, além da elaboração do plano, estruturar um banco de dados sobre resíduos sólidos e dar apoio ao processo de implantação de Consórcios Públicos que serão responsáveis pela captação do lixo nas cidades.