João Pessoa
Feed de Notícias

Grupo italiano de circo faz apresentações no Cariri e no Sertão

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012 - 11:54 - Fotos:  Divulgação

As cidades de Salgado de São Félix, Soledade, Taperoá, Teixeira e Princesa Isabel receberão, a partir deste sábado, e até a quarta-feira (29), o módulo de circulação do 7º Festival de Circo do Brasil. Na Paraíba, o festival conta com o apoio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e das prefeituras locais.

Na passagem do festival pela Paraíba, os moradores dos municípios incluídos na rota – que conta ainda com outras 20 cidades de três Estados nordestinos – poderão ver o espetáculo circense Giullari Senza Frontieri (em adaptação livre, seria “palhaços sem fronteiras”), apresentado pela associação cultural italiana Giullari del Diavolo.

Neste sábado (25), o grupo inicia a mini-turnê na cidade de Salgado de São Felix, no pátio da Igreja de São Félix. Já no domingo (26), em Soledade, o Giullari Senza Frontieri se apresenta na Praça Central. Na segunda-feira (27), a apresentação acontece em Taperoá, na Praça João Suassuna. Na terça-feira (28), em Teixeira, na Praça Cassiano Rodrigues. E por fim, em Princesa Isabel, no dia 29, na Praça de Eventos. As apresentações começam às 18h.

“Palhaços sem fronteiras” - Composta por artistas italianos, o Giullari Senza Frontiere é uma iniciativa de caráter humanitário, cuja finalidade é proporcionar momentos de alegria em regiões afetadas pela pobreza e por conflitos. No histórico do grupo constam apresentações em orfanatos, hospitais e comunidades periféricas de países em guerra civil, a exemplo da Etiópia, Camboja, Albânia e Laos.

Segundo o grupo, o objetivo maior é promover o intercâmbio cultural usando apresentações artísticas e oficinas dedicadas a crianças, jovens e trabalhadores. O trabalho dos “palhaços sem fronteiras” inclui circo, marionetes e teatro de rua, cujo principal elemento é estar entre o povo. Os espetáculos acontecem em espaços públicos e conta com o auxílio de um caminhão-palco.