João Pessoa
Feed de Notícias

Grafiteiro Ricardo Tatoo integra Festival de Artes de Areia

quarta-feira, 21 de maio de 2014 - 12:20 - Fotos:  Divulgação

O grafiteiro Ricardo Machado (Ricardo Tatoo) vai ministrar a oficina Graffiti Stencil, Arte Urbana e Criação, que acontece na programação do 15º Festival de Artes de Areia. O evento é promovido pelo Governo da Paraíba, entre os dias 14 e 20 de julho. A capacitação integra a categoria Laboratório de Experimentação em Artes. O edital de seleção de propostas inscreve interessados até 2 de junho. O documento e seus anexos estão disponíveis em: www.paraiba.pb.gov.br/cultura/festivaldeareia.

No total, a linguagem Artes Visuais seleciona vinte propostas, distribuídas em quatro categorias: Laboratório de Experimentação; Exposição de Fotografia; Exposição Multimídia/Digital; e Mural Coletivo de Graffiti.

Além dos artistas convidados, a programação desta edição contará com as 70 propostas selecionadas através doedital distribuídas entre oficinas, shows, cortejos, apresentações, performances, intervenções, espetáculos, exposições, palestras, mostras, encontros e outras atividades de formação artístico-cultural.

Ricardo Tatoo – Formado em programação visual pela Universidade Mackenzie (SP) e pós graduado em Direção de Arte, no Centro Universitário de Belas Artes de São Paulo. Ricardo deu seus primeiros passos grafitando pelas ruas da capital paulista, na década de 1980, e foi um dos primeiros artistas a atuar com o Stencil Graffiti no Brasil. Seu trabalho já foi exibido em galerias de arte, intervenções públicas e privadas tanto no país quanto no exterior. Como diretor de arte, desenvolveu a linguagem visual para importantes marcas de moda, como a Cavalera, Vision Streetwear, Forum e Triton, campanhas, desfiles e eventos musicais. Pautado por essa colagem urbana, o artista se movimenta produzindo uma arte que transita entre a moda, a música e a cenografia.

A partir de 2008, os projetos do artista ligados à cidadania, revolução pela educação e conceitos de direção e arte são aplicados na linguagem da arte urbana. A proposta é se aprofundar nos estudos da arte para todos e na arte como movimento contemporâneo de reflexão e manifesto brasileiro. O manifesto antropofágico, a cultura de massa e suas ferramentas de propaganda, o deboche, o questionamento, a cultura, o convívio em grandes meios de circulação, seja urbano ou virtual, são as plataformas de trabalho de Ricardo Tatoo.