João Pessoa
Feed de Notícias

Grafite e fotografia movimentam oficinas no Festival de Artes de Areia

sábado, 3 de agosto de 2013 - 15:03 - Fotos:  Alberi Pontes/Secom-PB

Desenhos, recortes e estímulo à criatividade foram apenas alguns dos elementos utilizados para apresentar as artes visuais aos estudantes do Brejo Paraibano, durante as Oficinas de Grafite e Fotografia na 14ª edição do Festival de Artes de Areia, que este ano se realiza paralelamente à Rota Cultural Caminhos do Frio. As atividades foram iniciadas na sexta-feira (2) e se encerraram na tarde deste sábado (3), com a conclusão dos trabalhos produzidos pelos adolescentes e a reflexão sobre o conteúdo criado.

A oficina de grafite foi ministrada pela carioca Panmela Castro no Polo Vagaluminosa, e reuniu cerca de 30 alunos da Escola Estadual José Américo de Almeida, na quadra da unidade de ensino. O trabalho denominado “Anarkia Boladona” foi iniciado com um debate sobre a importância da mulher na sociedade, aproveitando a abordagem utilizada no festival “Paraíba Feminina de Cultura – Mulher e Arte”.

“Aqui eles escolheram abordar a arte de ser mulher, com desenhos, frases e situações cotidianas que refletem essa condição. Fiquei muito feliz e surpresa com o desempenho aqui em Areia. O grupo conseguiu superar a insegurança pelo desejo de aproveitar essa oportunidade e com muito interesse produziu coisas muito legais”, revelou Panmela Castro.

Os estudantes utilizaram giz para produzir um esboço do projeto que seria grafitado nas paredes da quadra e logo em seguida passaram a utilizar spray para dar vida e cores às obras. Os grafites estão expostos no local e deverão servir como estímulo para expansão da arte em outros espaços públicos da cidade.

“Fiquei muito feliz com a oportunidade, pois nunca tinha tido esse contato mais amplo com todo o processo de criação dos grafites. É muito importante para nossa geração ter novas experiências com a arte e conhecer outras culturas. Espero que a iniciativa não fique apenas no festival e que outros projetos semelhantes sejam realizados aqui na cidade”, defendeu a estudante Maria Júlia, de 15 anos.

Fotografia – O fotógrafo e agente cultural paraibano, Ricardo Peixoto, foi o responsável por duas oficinas de fotografia, no Polo Artéria das Artes, localizado no Casarão José Rufino, no centro de Areia.

Os estudantes conheceram os princípios básicos da arte de captar paisagens, além de terem a oportunidade de trabalhar com recortes, desenhos e a construção de câmaras escuras, conhecendo o processo de invenção e descoberta da fotografia no início do século XIX.

Outras oficinas – O 14º Festival de Artes de Areia será finalizado neste domingo (4), também reunindo atividades nas áreas de literatura, contação de histórias, dança, música, teatro, cinema, circo, expressões corporais e cultura popular.

Caminhos do Frio – O projeto Caminhos do Frio começou pela cidade de Bananeiras (de 22 a 28 de julho) e seguiu para Areia, onde foi aberto na segunda-feira (29) e será encerrado neste domingo (4). As demais cidades da rota são Serraria (5 a 11/8), Pilões (12 a 18/8), Alagoa Nova (19 a 25/8) e Alagoa Grande (26/8 a 1/9).