Fale Conosco

24 de abril de 2013

Governo viabiliza venda subsidiada de 16 mil toneladas de milho



O Governo do Estado já providencia mais uma ação de convivência com a estiagem. Depois da distribuição de palma resistente e ração animal, foi publicada nesta terça-feira (23), no Diário Oficial da União, a aprovação de 16 mil toneladas de milho (granel) para a Paraíba. A resolução que garante o benefício foi autorizada pelo Conselho Interministerial de Estoques Públicos de Alimentos, sob a responsabilidade do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento(Mapa).

As 16 mil toneladas chegarão pelo porto e serão operacionalizadas pelo Governo do Estado. “Todo o processo de armazenamento, ensacamento, transporte e venda, fica por responsabilidade do Governo do Estado, garantindo o preço do milho abaixo do valor de mercado para auxiliar o agricultor familiar neste período de estiagem”, comentou Marenilson Batista.

A ação estabelece o limite máximo de venda mensal por beneficiário de 6 mil quilos, respeitando a proporção de preço de até 3 mil quilos a R$ 18,12/60 kg; e até 6 mil quilos a R$ 21,00/60 kg, para produtores que se encontram nos municípios em estado de emergência em decorrência da seca.

O montante que chega pelo porto faz parte das 35,5 mil toneladas acordadas para o Estado com o Governo Federal, em reunião no inicio deste mês, em Brasília, com representantes da Casa Civil, do Mapa, do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), e os secretários de Agricultura dos Estados do Nordeste e de Minas Gerais.

O anúncio do fornecimento de 340 mil toneladas de milho que servirão de alimentação para o rebanho dos estados do Nordeste foi feito pela presidenta Dilma Rousseff, durante a última reunião do Conselho Deliberativo da Sudene, em Fortaleza, no início deste mês, com os governadores dos Estados da região e de Minas Gerais.