João Pessoa
Feed de Notícias

Governo vai preparar infraestrutura da Paraíba para receber águas do Rio São Francisco

segunda-feira, 21 de março de 2011 - 18:36 - Fotos: 
O Governo do Estado vai investir na execução de projetos para dotar os 51 municípios contemplados pelo projeto de transposição de águas do Rio São Francisco de toda a infraestrutura básica necessária e condicionante para a recepção dos canais de abastecimento. Além disso, também serão definidas ações específicas para garantir a melhor utilização possível da água, segundo informa o secretário executivo dos Recursos Hídricos, Fábio Agra de Medeiros.

O primeiro passo nesse sentido será a realização, em conjunto com a Assembleia Legislativa, do seminário “Águas do Rio São Francisco na Paraíba: Sustentabilidade Sócio-Econômica-Ambiental”. O evento será realizado nesta terça-feira (22) no Campus I da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em João Pessoa, das 8h às 20h.

O objetivo central do evento, que conta com a coordenação do deputado estadual Assis Quintans, de acordo com Fábio Agra, é planejar as ações da pós-chegada da água transposta do Rio São Francisco. “Nós precisamos planejar as adutoras, os canais de irrigação, as áreas que serão irrigadas, as desapropriações. E o secretário João Azevedo (Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Ciência e Tecnologia) está com um cuidado especial em relação a isso porque as 51 cidades que serão beneficiadas pelo projeto devem também ser contempladas com sistemas de tratamento de esgoto e de lixo para não poluírem as águas”, observa.

Outras ações citadas pelo secretário estão relacionadas à realização de conferências e fóruns de debates voltados para a educação ambiental, e ainda para o combate ao processo de desertificação que atinge várias regiões do Estado. “Vamos formar uma grande rede de produção de mudas e capacitar pessoas para serem multiplicadoras nesse processo”, enfatiza o secretário, lembrando que esta é também uma das exigências do projeto de transposição. “Precisamos que as margens dos rios sejam reflorestadas para cumprir o papel que sempre foi da mata ciliar, que é de amenizar o poder das chuvas e também a poluição, evitar o assoreamento dos rios e muito mais”, acrescenta.
Cidades beneficiadas – Conforme lista disponibilizada pela Secretaria de Recursos Hídricos, na Paraíba serão contemplados com águas do Rio São Francisco os municípios de Aguiar, Aparecida, Barra de São Miguel, Belém do Brejo do Cruz, Bom Jesus, Bonito de Santa Fé, Boqueirão, Brejo do Cruz, Cabaceiras, Cachoeira dos Índios, Camalaú, Caraúbas, Carrapateira, Congo, Coremas, Coxixola, Gurjão, Livramento, Marizópolis, Monte Orebe, Monteiro e Nazarezinho.

A lista incluiu ainda as cidades de Parari, Paulista, Piancó, Poço de José de Moura, Pombal, Riacho dos Cavalos, Santa Helena, Santa Luzia, Santo André, São Bentinho, São Bento, São Domingos de Pombal, São Domingos do Cariri, São Francisco, São João do Cariri, São João do Rio do Peixe, São José da Lagoa Tapada, São José de Espinharas, São José de Piranhas, São José do Brejo da Cruz, São José do Sabugí, São José dos Cordeiros, Serra Branca, Sumé, Taperoá, Triunfo, Uiraúna, Várzea e Vista Serrana.

Orientação da ONU – O seminário “Águas do Rio São Francisco na Paraíba: Sustentabilidade Sócio-Econômico-Ambiental” será realizado no dia 22 de março porque a data é fixada como Dia Mundial da Água e a orientação da Organização das Nações Unidas é que sejam realizadas em todo o mundo atividades voltadas para a conscientização da importância da água.

Promovido pelo Governo do Estado, em conjunto com a Assembleia Legislativa, o evento é patrocinado pelo Sebrae, Cagepa, UFPB, Café São Braz, Empasa, Faepa, Fetag/PB, Sinduscon, Asplan, Crea/PB e Famup (Federação das Associações dos Municípios do Estado da Paraíba).

 
No apoio figuram, além de órgãos integrantes da estrutura administrativa estadual (Cinep, Aesa, Sedap, Faepa, UEPB, SERHMACT, Atecel, Seplag, DER e Polícia Militar), entidades como a Arquidiocese da Paraíba, CNBB/NE2, UFPB, UFCG, Comitê de Defesa da Transposição de Águas do Rio São Francisco, Ministério da Integração Nacional, IFPB, Dnocs, Ibama e Prefeitura Municipal de João Pessoa. Também aparecem na lista de colaboradores as empresas Arco Projetos, Volúpia e Frutas Doce Mel.