João Pessoa
Feed de Notícias

Governo vai concluir estradas em cinco regiões nos 100 primeiros dias

terça-feira, 25 de janeiro de 2011 - 10:19 - Fotos: 
Até o dia 10 de abril o Governo do Estado estará entregando à população cinco obras importantes na área de competência do Departamento de Estadas de Rodagem (DER). A primeira delas é a restauração da rodovia PB-057, no trecho Mamanguape/Araçagi, que tem uma extensão de 31.8 km. A obra implica em investimento de R$ 9.551.000,00 e tem previsão de ser concluída até o final de março.

A segunda corresponde à restauração da rodovia PB-087, no trecho Pilões/Areia, numa extensão de 21.2 km, onde serão investidos R$ 5.560.000,00. A terceira é a PB-214, no trecho Sumé/Congo, com extensão de 31.8 km e investimento de R$ 12.392.000,00; a quarta a PB-325, no trecho entre Catolé do Rocha/Patu-RN, com extensão de 18.3 km e investimento de R$ 5.667.000,00, e a quinta é a ponte de Itabaiana, onde estão sendo investidos aproximadamente R$ 4 milhões.

Na rodovia PB-214, que, conforme o superintendente do DER, engenheiro Carlos Pereira de Carvalho, é praticamente a ligação da região do Brejo com Campina Grande e João Pessoa, o Governo vai construir também, por recomendação do governador Ricardo Coutinho, o acesso à antiga usina Santa Maria (atualmente desativada), onde há um núcleo de antigos trabalhadores da usina que hoje são donos de lotes e têm importante produção de banana. “Esta banana praticamente não tem como sair se nós não assegurarmos o acesso”, comenta Carlos Pereira, prevendo para o final de março a conclusão da obra.

Quanto à restauração da rodovia PB-325, no trecho entre os municípios de Catolé do Rocha e Patu, na divisa com o Rio Grande do Norte, o superintendente do DER lembra que a obra não estava concluída, mesmo assim foi entregue como pronta na administração anterior. O trecho ainda precisa de sinalização e algumas obras complementares. Falta também o alargamento e a complementação das pontes. Do contrato de R$ 5.667.000,00 foram executados apenas R$ 2.023.000,00. Com a retomada dos serviços, a obra estará pronta até o dia 10 de abril.

A restauração da velha ponte de Itabaiana é uma obra importante do ponto de vista histórico e arquitetônico, e também de facilitação da vida das pessoas e do tráfego de automóveis, de cargas e de produção. A ponte tem um vão de 296 metros, e sua construção inicial data de mais de 60 anos.

“Estas obras mostram que o Governo está trabalhando para todas as regiões do Estado. Mamanguape/Araçagi está praticamente no Litoral; Pilões/Areia é uma estrada praticamente do Brejo; Sumé/Congo é típica do Cariri; Catolé do Rocha/Patu é uma estrada especialmente do Sertão paraibano, e a ponte de Itabaiana é uma representação do que tem da Várzea do Rio Paraíba. Então, a gestão, de uma vez só, inaugura dentro de cem dias cinco obras que sinalizam que o governo realmente trabalha para o Estado todo. São cinco regiões diferentes que estão sendo atendidas”, ressalta Carlos Pereira. Segundo ele, essas “são obras importantes do ponto de vista de localização, do ponto de vista técnico e, sobretudo, da percepção do projeto de desenvolvimento econômico e social”.

Crédito de confiança – Ao assumir o cargo, o governador Ricardo Coutinho determinou que todos os órgãos responsáveis pela execução de obras no Estado negociassem com as empresas que paralisaram obras por não estarem sendo pagas pelos serviços executados. As empresas abriram crédito de confiança ao Governo e algumas já reiniciaram as obras. Outras devem reiniciar os canteiros na próxima semana, de modo a assegurar que os quatro trechos das rodovias e a ponte de Itabaiana estejam presentes na agenda de obras dos 100 primeiros dias de governo.