Fale Conosco

19 de dezembro de 2017

Governo reúne professores e faz avaliação do Gira Mundo Finlândia



see reuniao do gira mundo foto delmer rodrigues 3 270x191 - Governo reúne professores e faz avaliação do Gira Mundo FinlândiaO Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação, promoveu nesta terça-feira (19) uma reunião de avaliação com os 38 professores que participaram do programa de intercâmbio Gira Mundo Finlândia – edição 2017. O evento ocorreu no Centro de Formação de Professores, no bairro de Mangabeira, na Capital. Os docentes, recepcionados pelo secretário da Educação, Aléssio Trindade, ainda trocaram experiência com os professores que participaram da edição 2016 do programa.

see reuniao do gira mundo foto delmer rodrigues 6 270x191 - Governo reúne professores e faz avaliação do Gira Mundo FinlândiaNa ocasião, Aléssio Trindade destacou a importância da reunião para avaliar a contribuição dos profissionais na melhoria da educação paraibana após o intercâmbio. “Além disso, é uma avaliação de toda a aprendizagem adquirida durante o intercâmbio, que dará condições de os professores contribuírem com a educação do nosso Estado, o grande objetivo do Gira Mundo Finlândia”, explicou. “É, ainda, uma integração entre os professores que participaram do programa em 2016 e com os dois grupos de 2017”, prosseguiu.

see reuniao do gira mundo foto delmer rodrigues 4 270x191 - Governo reúne professores e faz avaliação do Gira Mundo FinlândiaA vice-coordenadora do Gira Mundo – Finlândia, Jamylle King, também ressaltou a importância da reunião. “É um momento de compartilhar experiências, já que nesse encontro temos o grupo de 2016 e os de 2017, cada um colaborando com ideias, como irá desenvolver projetos que modernizem ainda mais a educação paraibana”, disse.

Os 38 professores da rede estadual paraibana foram enviados para duas universidades finlandesas: a Häme University of Aplied Sciences (Hamk), que recebeu 24 professores, e a Tempere University of Aplied Sciences (Tamk), que recebeu os demais 14, incluindo gestores. Os docentes ficaram em Hamk por um período de oito semanas. Já em Tamk, o período foi de quatro semanas, em que vivenciaram o sistema educacional finlandês.

Os docentes selecionados visitaram ainda escolas e tiveram contato com organizações sociais ligadas ao ensino profissional e à educação. Os principais temas de aprendizagem desenvolvidos nas duas universidades de ciências aplicadas da Finlândia foram educação básica, educação profissional e aprendizado baseado em problemas, projetos e fenômenos (PBL), ferramentas digitais na educação e no empreendedorismo.

see reuniao do gira mundo foto delmer rodrigues 7 270x191 - Governo reúne professores e faz avaliação do Gira Mundo FinlândiaProfessores elogiam experiência – A professora de História Iolanda Oliveira, da Escola Presidente João Goulart, no bairro Castelo Branco, em João Pessoa, foi selecionada para Tamk, na modalidade empreendedorismo. “Foi uma experiência fantástica, porque trabalhamos na perspectiva de liderança, empreendedorismo e confiança na comunidade escolar, além de trabalhos colaborativos”, contou. “Ganhei algumas ferramentas para, em conjunto com os professores e toda a comunidade, ajudar a melhorar a educação da Paraíba”, acrescentou.

see reuniao do gira mundo foto delmer rodrigues 5 270x191 - Governo reúne professores e faz avaliação do Gira Mundo FinlândiaA professora Geovânia Lira, da Escola Cidadã Severino Cabral, em Campina Grande, também foi selecionada para Tamk. “Durante esse intercâmbio, aprendemos que empreendedorismo não é apenas aquele voltado para o negócio, mas sim conseguir reunir as habilidades para o que cada um – alunos, professores, gestores – tem de melhor para contribuir na melhoria da educação paraibana”, completou.

Para o secretário Aléssio Trindade, ao oferecer a oportunidade de intercâmbio em um país que serve de parâmetro para a educação, o Governo do Estado consolida a formação de líderes. “Teremos cada vez mais profissionais conscientes e capacitados para alavancar ainda mais os índices da educação paraibana, sendo professores que assumem papéis de líderes esse processo”, finalizou.