João Pessoa
Feed de Notícias

Governo reúne parceiros para discutir ações de combate ao tabagismo nas escolas

sexta-feira, 23 de agosto de 2013 - 16:42 - Fotos:  Ricardo Puppe

O Governo do Estado, por meio das Secretarias da Saúde e da Educação reuniu na manhã desta sexta-feira (23) diretores de escolas e coordenadores do Programa de Saúde na Escola (PSE) para uma palestra sobre o tabagismo. O evento, que aconteceu no auditório do Colégio Lyceu Paraibano, é uma das ações para lembrar o Dia Nacional de Combate ao Fumo, no próximo dia 29. A palestra foi proferida pelo médico pneumologista Sebastião Costa e teve como principal objetivo sensibilizar ainda mais os gestores sobre a importância de combater o uso do cigarro na adolescência.

De acordo com a coordenadora Estadual do Programa de Saúde na Escola (PSE) na Educação, Marta Maria Martins da Silva, a Paraíba conta hoje com a adesão de 200 escolas das redes estadual e municipal de ensino ao programa, que atende aos alunos desde a Educação Infantil, Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA). Ela explicou que em cada município existe um Grupo de Trabalho que recebe toda assessoria técnica e pedagógica na condução das ações e atividades desenvolvidas pelo PSE.

O PSE trabalha com dois componentes. O primeiro é com avaliação clínica dos estudantes e o segundo na prevenção das doenças, a exemplo da aids, hepatites, dentre outras. “Nós também temos um olhar para a família desses estudantes, onde por meio de palestras e outras atividades enfocamos questões relacionadas à violência e outros temas, pois acreditamos que a família é parte integrante da escola”, destacou a coordenadora.

Na palestra desta sexta-feira, o pneumologista Sebastião Costa, que também é presidente do Comitê de Tabagismo da Associação Médica da Paraíba, falou sobre a doenças causadas pelo uso do cigarro e do grande desafio de lutar contra a indústria tabagista, que tenta passar a imagem de que o cigarro é charme, é inteligência, é liberdade. “Todas as ‘qualidades’ associadas ao cigarro não revelam que fumar causa dependência, dificuldade de respiração, além do inconveniente da fumaça”, alertou Sebastião Costa.

Outra ação - Ainda dentro da programação alusiva Dia Nacional de Combate ao Fumo, no dia 29 acontecerá uma grande mobilização no Parque Solon de Lucena. Durante a manhã, a partir das 8h, a Secretaria de Estado da Saúde pretende reunir cerca de 3 mil estudantes de oito escolas pública da rede estadual para um grande abraço na Lagoa. “Temos que buscar novos parceiros nessa luta de combate ao tabagismo, que tem sido a causa de muitas mortes não só aqui na Paraíba, como também no Brasil e no mundo”, destacou a chefe do Núcleo de Doenças e Agravos Não Transmissíveis da Secretaria de Estado da Saúde, Gerlane Carvalho de Oliveira.

Dados - O tabagismo é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a principal causa de morte evitável em todo o mundo. A OMS estima que um terço da população mundial adulta, isto é, 1 bilhão e 200 milhões de pessoas sejam fumantes. De acordo com estimativas do Instituto Nacional do Câncer a Paraíba possui hoje 511.480 fumantes e, destes, 99.720 estão em João Pessoa.  Segundo a Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (Pense 2012), estudo do Ministério da Saúde (MS) em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e apoio do Ministério da Educação, o percentual de adolescentes que experimentaram cigarro caiu em 8% nas capitais, entre 2009 e 2012. O estudo é uma das ações do Programa Saúde na Escola (PSE).  Nos últimos cinco anos, 1.381 paraibanos morreram vítimas de câncer de pulmão e o tabaco responde por 90% das causas desses óbitos.