João Pessoa
Feed de Notícias

Governo reúne 22 municípios do Litoral na 8ª Oficina de Segurança Alimentar e Nutricional em João Pessoa

quinta-feira, 5 de maio de 2016 - 09:50 - Fotos: 

A 8ª Oficina de Segurança Alimentar e Nutricional, que começou nessa quarta-feira (4) e termina nesta quinta-feira (5), em João Pessoa, tem a participação de representantes de 22 municípios do Litoral paraibano, com a presença de um público de diferentes segmentos da sociedade civil e gestores públicos.

As oficinas são promovidas pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano e Secretaria Executiva de Estado de Segurança Alimentar e Economia Solidária, e têm trabalhado com a elaboração do Plano de Segurança Alimentar e Nutricional da Paraíba, através de demandas e propostas de cada território na área.

Para a professora e doutora em Ciências e Tecnologia de Alimentos da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Haissa Roberta, se trata de um momento extremamente importante para a sociedade discutir uma temática que trabalha com tantos recortes. “Nós da academia temos algum conhecimento, mas adentrando nesse universo vimos a importância e necessidade de ser criado um plano específico para o desenvolvimento da Segurança Alimentar e Nutricional (SAN). Hoje como fomentadora de novas políticas e orientadora de alunos nessa área, me sinto parte também do que é tratado nessa oficina, no desenvolvimento desse Plano”, enfatizou.

A agricultora Joana Ferreira da Silva, assentada do município São Miguel de Itaipu, considera a oficina muito rica de informações. “Estou encantada porque nunca tinha participado desses eventos. Vou levar pra casa uma bagagem de conhecimentos. Tenho orgulho de ser agricultora, gosto de plantar, ver a semente crescer e colher. É com esse trabalho que sustento minha família. A terra é minha mãe”.

Já a participante Rafaela Correia Bernardo, nutricionista do Núcleo de Apoio à Família no município de Caaporã, ressaltou a riqueza e a experiência que essa oficina trouxe. “Sinto-me muito feliz em poder participar e aprofundar-me mais sobre uma temática tão importante, e que através dela possamos criar estratégias para superar as dificuldades encontradas no campo da alimentação”, afirmou.

Para Emanuel Barbosa, do município de Itabaiana, que trabalha como técnico social na Cooperativa de Agricultores do Litoral Sul paraibano, a oficina é um processo educativo, sobretudo porque propicia a oportunidade de diálogo e partilha de experiências. “É um espaço que possibilita dar o direito de voz às pessoas que estão envolvidas diretamente na construção desse processo, sejam agricultores ou qualquer outro segmento, estamos aqui hoje discutindo a política de SAN que é algo essencial para nossa vida”.

O ciclo se encerra no Médio Sertão paraibano nas cidades de Itaporanga e Patos, de 10 a 13 de maio. O evento conta com a parceria do Centro de Ação Cultural (Centrac), Câmara Intersecretarial de SAN (Caisan) e Conselho Nacional de Segurança Alimentar (Consea).