João Pessoa
Feed de Notícias

Governo restaura e entrega área de Patos destruída pelas chuvas

terça-feira, 23 de março de 2010 - 16:40 - Fotos: 

Na próxima sexta-feira (26), às 16h, o governador José Maranhão voltará à cidade de Patos para a entrega de bens restaurados ou reconstruídos, equipamentos que foram danificados ou destruídos pelas fortes chuvas do ano passado. São casas, escolas, açudes, passagens molhadas, estradas, além da construção de um abrigo para idosos. Maranhão estará na companhia do prefeito de Patos, Nabor Wanderley, e de auxiliares do governo estadual.

Nas obras emergenciais foram investidos R$ 4,9 milhões. “Em menos de um ano nós reconstruímos toda a área destruída, em algumas foram feitos reparos, noutras houve a construção completa de casas e outros equipamentos”, revelou o chefe do Executivo estadual em seu programa semanal de rádio, Palavra do Governador, desta terça-feira (23).

Investimentos – Na construção de um abrigo comunitário e área para idosos foram investidos R$ 592 mil. Na recuperação de 11 escolas municipais, o Estado aplicou cerca de R$ 161 mil. Para recuperar quilômetros de rodovias municipais, foram investidos R$ 839 mil. A ação emergencial incluiu ainda a reconstrução e recuperação de 167 unidades residenciais, com recursos de R$ 1,8 milhão. 

“Além disso, fizemos a reconstrução e recuperação de 13 passagens molhadas, investindo R$ 581.924,64”, revelou Maranhão. Ele acrescentou que a ajuda humanitária à população de Patos por conta das fortes chuvas de 2009 incluiu a recuperação de nove açudes: Serra Negra, Maria de Fátima, Gato, Oberval Dantas, Lagoa de Favela, Trincheira, Odilon Braga, Santa Rita e o Cidade. Nessas obras o investimento implicou em R$ 1 milhão.

Enxurrada – O governador lembrou que o que aconteceu em Patos no inverno do ano passado, foi um fenômeno muito raro. Na ocasião, caiu uma verdadeira tromba d’água sobre a cidade, atingindo especialmente as partes mais baixas. As águas se avolumaram e destruiram dezenas de casas e outros equipamentos. Em menos de uma hora ocorreu uma chuva de 284 milímetros, o que equivale a toda precipitação de um mês, quando se esperava no período 154 milímetros.  Em virtude do excesso de chuvas, o nível dos riachos e dos rios em torno de Patos se avolumou muito. “Em menos de duas horas nós chegamos à cidade para prestar solidariedade e socorro à população de Patos”, concluiu Maranhão, confirmando que estará na cidade na próxima sexta-feira.

Josélio Carneiro, da Secom-PB