João Pessoa
Feed de Notícias

Governo renova convênio para corrigir fluxo escolar na Paraíba

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010 - 16:54 - Fotos: 

A Paraíba está dando um salto à frente no processo de por fim ao analfabetismo, com a renovação do acordo entre o Governo do Estado, o Instituto Ayrton Senna e prefeituras municipais, que permitirá colocar em prática ações para que os alunos do ensino fundamental da 2ª a 5ª série avancem na aprendizagem. A solenidade de assinatura do Termo de Aliança Técnica, renovando o Programa de Correção do Fluxo Escolar, aconteceu no Cine Banguê do Espaço Cultural, na manhã desta quarta-feira (27), e contou com a participação do governador José Maranhão, a presidente do Instituto, Viviane Senna, o vice-governador Luciano Cartaxo, deputados e prefeitos de quase todos os municípios atendidos. Também foram entregues 12 caminhonetes modelo Ranger às regionais de ensino.

Os recursos para manter a atividade são da iniciativa privada, do Governo do Estado e do Ministério da Educação. O Governo do Estado assinou em julho de 2009 uma nova parceria e sua validade terminou em 31 de dezembro do mesmo ano, mas agora foi novamente renovada. O programa, que tem o objetivo de Correção de Fluxo Escolar, incorpora-se às políticas públicas do Governo Federal, com o objetivo de realizar a correção da distorção idade-série, atendendo alunos do 2º ao 5º ano do ensino fundamental com defasagem de dois anos ou mais de escolaridade na série.

Aprendizagem – Os índices de aproveitamento no programa ‘Acelera’ na Paraíba são de 91% e no ‘Se Liga’ chegam a 81%, mas a meta é atingir os 100%. Para que isso ocorra, o Governo foi buscar a parceria do Instituto Ayrton Senna. “Com a união e a participação de todos, governos estadual e municipais, poderemos atingir esse percentual”, acredita o governador.
Segundo o secretário de Estado da Educação e Cultura (SEEC), Sales Gaudêncio, os programas ‘Acelera’ e ‘Se Liga’ vão beneficiar 15 mil estudantes em 155 municípios da Paraíba. “Os outros 68 municípios que não fazem parte do programa estão incorporados aos projetos de assistência direta do Ministério da Educação, através do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE)”, afirmou.

Benefícios – O objetivo do programa é fazer com que a Paraíba não tenha mais crianças atrasadas e os índices apresentados são animadores, com 77% dos municípios participando da parceria, o que representa 150 mil alunos até agora sendo atendidos. Sales acredita que, com o empenho de todos, e isso está sendo evidente no Estado, será possível chegar aos 100% a aproveitamento dos alunos integrantes do sistema.

Para os municípios, os benefícios são: capacitação de professores, supervisores e coordenadores na metodologia específica do Programa, condição indispensável para participar da ação; livros específicos para os alunos e profissionais; materiais didáticos diversos e materiais paradidáticos.

Formação – A contrapartida é de competência dos municípios, que devem manter os provimentos dos seus quadros profissionais; apresentar para capacitação profissionais com formação adequada dentro dos seguintes parâmetros: professor – ser portador do curso de Magistério (Normal ou Pedagógico); supervisor e coordenadora – é necessário ter curso de Pedagogia ou Licenciatura na área de educação; assumir as despesas de transporte para cursos de capacitação, encontros e visitas periódicas às escolas; cumprir e fazer cumprir as recomendações dos programas.

A parceria com o Instituto Ayrton Senna teve início no ano de 1999 e continua até agora. No ano de 2009, foram atendidos 16.877 alunos em 943 turmas de 802 escolas e mais 934 professores, 262 supervisores e 182 coordenadores em 170 municípios.
 
Esperança – O governador José Maranhão falou do sentimento de esperança que surge com a renovação desta parceria para que, com persistência, se possa avançar no sentido de melhorar o quadro. Reconheceu que ainda é preciso ser feito mais investimento na educação no País, a exemplo do que ocorre com outros paises. “É possível sair desta dificuldade com a união de todos”, disse.
 
Durante a solenidade, Viviane Senna apresentou o desempenho dos programas em todo o País e, de modo especial, destacou como muito boa a posição da Paraíba, já que está com 71% de aproveitamento dos alunos participantes. Ela conclamou todos a formar parcerias para que se possa criar ambiente onde o analfabetismo seja erradicado em definitivo. 
 
Disse que no Brasil, assim como na Paraíba, o que falta são oportunidades para as crianças terem acesso ao ensino de qualidade. “É preciso que se dê oportunidade. Abrir as portas para que as crianças tenham oportunidade de crescer na vida, independente de onde tenham nascido e sua condição de vida”, afirmou. “Estamos convidando os prefeitos para que, com o Governo do Estado, possamos dar prosseguimento a essa parceria contra o analfabetismo, o atraso no aprendizado e fazer com essas crianças sejam campeãs na escola e na vida”, afirmou.

 

José Nunes, com fotos de Walter Rafael, da Secom-PB