Fale Conosco

1 de agosto de 2011

Governo reduz gastos, mas índice de Responsabilidade Fiscal ainda não foi atingido



Durante entrevista coletiva concedida na manhã desta segunda-feira (1º), os secretários da Controladoria Geral do Estado, Luzemar Martins, e das Finanças, Aracilba Rocha, afirmaram que, apesar da redução de 5% dos gastos com o pagamento dos servidores de todos os poderes, a Paraíba ainda não atingiu o índice prudencial previsto pela Lei de Responsabilidade Fiscal, que é de 46,55%.

Segundo o relatório apresentado na coletiva, nos seis primeiros meses de 2011 a Paraíba conseguiu atingir o equilíbrio financeiro, com a redução das despesas, cargos comissionados, custeios, gratificação e redução do endividamento líquido. Mesmo assim, há de se considerar que a arrecadação dentro do mês não paga as despesas efetuadas dentro próprio mês. Hoje, o Executivo ainda compromete 51,5% da receita só com o pagamento dos servidores – mas, segundo Aracilba Rocha, há a expectativa, por parte do Governo, de estar dentro do limite estabelecido pela lei até dezembro desse ano.

Investimentos – De acordo com a secretária das Finanças, o maior ganho nesses seis primeiros meses de Governo foi a redução de R$ 680 milhões da dívida consolidada. Com essa redução, será possível planejar grandes investimentos para a Paraíba. “Pela primeira vez, o Estado tem o controle da dívida consolidada que foi acumulada em governos anteriores. A partir desse controle, poderemos fazer grandes investimentos”, disse Aracilba.