Fale Conosco

27 de junho de 2017

Governo realiza seminário de apresentação do edital Culturas Populares



A Secretaria de Estado da Cultura (SecultPB), em parceria com o Ministério da Cultura (MinC) – Regional Nordeste, promove, a partir da próxima segunda-feira (3), em João Pessoa, e na terça-feira (4), na cidade de Pombal, a oficina de apresentação do edital prêmio Culturas Populares – Leandro Gomes de Barros (http://culturaspopulares.cultura.gov.br/). As oficinas serão gratuitas e abertas ao público e têm o intuito de orientar sobre o processo de inscrições para o edital. Lançado neste mês, ele vai premiar com R$ 10 mil, 500 iniciativas culturais que valorizam a cultura popular brasileira.

As oficinas ocorrerão, na segunda-feira (3), entre 14h e 18h, na Fundação Espaço Cultural – José Lins do Rego, na cidade de João Pessoa, e na cidade de Pombal, na Escola Estadual Arruda Câmara, na terça-feira (4), no mesmo horário.

Em Pombal, no dia da oficina, haverá apresentação de grupos de pontões e reisado. Após a oficina, haverá uma exposição e um recital poético com o cordelista da cidade. O professor de artes Luizinho Barbosa destaca a importância do evento em levar formação e assim valorizar o artista popular do Sertão da Paraíba. “Parabenizo às equipes da Secult e do Minc pelo evento e ressalto a importância de se homenagear Leandro Gomes de Barros, com o nome do edital, uma pessoa natural desta cidade”.

O Prêmio

O Prêmio Culturas Populares Leandro Gomes de Barros vai premiar as iniciativas que fortaleçam as expressões culturais populares brasileiras, retomando práticas populares em processo de esquecimento e que difundam as expressões populares para além dos limites de suas comunidades de origem.

Exemplos dessas iniciativas são o Cordel, a Quadrinha, o Maracatu, o Jongo, o Cortejo de Afoxé, o Bumba-meu-Boi e o Boi de Mamão, entre outros. Só não estão incluídas Culturas Indígenas, Culturas Ciganas, Hip Hop e Capoeira, por já serem objeto de editais específicos lançados pelo MinC.

Das 500 premiações, 200 serão destinadas às pessoas físicas, outras duzentas aos coletivos culturais sem constituição jurídica, 80 a pessoas jurídicas sem fins lucrativos e com natureza ou finalidade cultural e 20 a herdeiros de mestres já falecidos (In Memorian), em homenagem à dedicação do trabalho voltado aos saberes e fazeres populares e às expressões culturais, com reconhecimento da comunidade onde viveram e atuaram.

Inscrições para o edital

Cada candidato poderá apresentar apenas uma iniciativa para a seleção. As inscrições, abertas até 28 de julho, poderão ser feitas pela internet ou por via postal. Em caso de inscrição on-line, a documentação prevista no edital deverá ser preenchida, assinada e anexada ao Sistema de Acompanhamento às Leis de Incentivo à Cultura – SalicWeb.

Caso o candidato prefira realizar a inscrição por via postal, ela deverá ser enviada com aviso de recebimento obrigatório (AR) simples ou entrega rápida para o endereço especificado no edital.