João Pessoa
Feed de Notícias

Governo da Paraíba realiza projeto Ação Comunitária da FAC no bairro da Penha

quarta-feira, 30 de abril de 2014 - 12:20 - Fotos: 

O bairro da Penha, em João Pessoa, foi beneficiado com o projeto Ação Comunitária, na manhã desta quarta-feira (30). Na 9ª edição do projeto no ciclo 2014, centenas de pessoas tiveram acesso a vários serviços de cidadania, entre os quais a emissão de documentos e atendimentos de saúde. O evento é realizado pelo Governo do Estado, por meio da Fundação de Ação Comunitária (FAC).

Para o presidente da FAC, Flávio Moreira, o projeto tem repercutido de maneira positiva junto à população. “É uma forma de aproximar os serviços públicos do povo, especialmente da população carente, que não tem condições muitas vezes de se deslocar”, ressaltou. “Nosso objetivo é atender todos os bairros. A Ação Comunitária tem atingido um público muito bom. Muitos moradores pedem para voltarmos, pois saem satisfeitos. A intenção é retornarmos para algumas comunidades no final do ciclo dessas ações”, completou.

O projeto se consolida e tem engajamento da população, segundo garantiu o morador e vigilante Alex da Silva Alexandre, de 39 anos. “Achamos o projeto maravilhoso, porque não precisamos nem nos deslocar para longe para ter acesso aos serviços. A comunidade estava realmente precisando dessa iniciativa. A Associação dos Moradores se engajou e ajudou inclusive a avisar às pessoas que a ação seria hoje”, afirmou.

A aposentada Creuza Maria da Conceição, 63, foi outra moradora beneficiada com a Ação Comunitária. “Acho o projeto muito bom. Fiz testes rápidos, exame de glicemia e verifiquei minha pressão. É tudo muito mais rápido aqui”, relatou.

Serviços – As tendas do Ação Comunitária desta quarta-feira foram instaladas na área que fica ao lado do Santuário da Penha. A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Gerência Executiva de Vigilância em Saúde e suas divisões, a exemplo do Laboratório Central de Saúde Pública do Estado (Lacen), ofereceu vários serviços. Os moradores tiveram acesso à imunização, com ofertas de vacinas contra a gripe e hepatite tipo B; testes rápidos (HIV, sífilis, hepatite tipo B e C); aferição de pressão; exame de glicemia; ações educativas; e orientações da Vigilância Sanitária, que prestou esclarecimentos aos cidadãos sobre os vetores transmissores de doenças como a dengue e a esquistossomose.

Entre as tendas mais visitadas estava a do Instituto de Polícia Científica (IPC), responsável por emitir documentos como identidade e carteira de trabalho. Essas demandas são de responsabilidade do órgão, que acompanha o “Programa Cidadão”, da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano. A FAC também ofereceu atividades lúdicas para as crianças, com o projeto Tarde de Leitura, além de oficina de artesanato.

A Energisa foi um dos órgãos parceiros que também orientou o cidadão da Penha sobre o acesso ao programa “Conta Cidadã”, que disponibiliza descontos nas faturas mediante apresentação de materiais recicláveis. Enquanto isso, a Cagepa fez explanações sobre a Tarifa Social, que oferece taxas simbólicas para consumos mensais de até dez metros cúbicos de água.

A Polícia Militar levou ao local o Programa Educacional de Resistência às Drogas e Violência (Proerd), que atua nas escolas com adolescentes da 5ª e 6 ª série, atingindo a faixa etária de 10 a 13 anos. Órgãos estaduais como a Defensoria Pública e o Procon também prestaram esclarecimento de suas ações aos moradores. Além dos serviços oferecidos, a população também pôde assistir à programação cultural da abertura do evento.