Fale Conosco

20 de junho de 2013

Governo realiza oficina sobre preservativo feminino



O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), realizou uma oficina sobre Acesso, Aceitabilidade e Percepção do Preservativo Feminino. O evento aconteceu no Centro de Referência Estadual em Saúde do Trabalhador (Cerest-PB) e foi encerrado nesta quarta-feira (19). O encontro reuniu trabalhadores de saúde e representantes de Organizações Não Governamentais (ONGs).

De acordo com a técnica da SES, Mailza Gomes, o objetivo do evento é desmistificar o uso do preservativo feminino. “Queremos saber da aceitabilidade, do acesso e a percepção das pessoas em relação ao preservativo feminino. Enfocar os tabus que ainda existem e o que fazer para mudar isso”, explicou.

A capacitação foi realizada em parceria com o Departamento Nacional de DST/AIDS/HV. Durante os dois dias de evento, houve a apresentação de dados epidemiológicos da Paraíba e de todo o Brasil, realização de trabalhos em grupo sobre a percepção do uso, as motivações, dificuldades, apresentação de pesquisa, vídeos e grupos focais sobre o acesso, aceitabilidade do Preservativo feminino, além de diálogo sobre corporalidade, relações de gênero e sexualidade.

Ainda seguindo Mailza, o Ministério da Saúde, por meio do Departamento Nacional de DST/AIDS/HV fez uma aquisição de 20 milhões de preservativos femininos e aos poucos está ampliando a distribuição desse insumo. “Em 2012, a Paraíba adquiriu 20 mil preservativos femininos, que foram distribuídos entre as profissionais do sexo e as mulheres que vivem com HIV/Aids. Com a aquisição do Ministério da Saúde, o público será ampliado, possibilitando às mulheres de um modo geral uma alternativa de prevenção às DST/AIDS”, disse.