João Pessoa
Feed de Notícias

Governo realiza Noite de Cultura e homenageia Antônio Barros e Cecéu

terça-feira, 7 de dezembro de 2010 - 17:44 - Fotos: 
Será promovida nesta quinta-feira (9) a 19ª edição da Noite de Cultura. O evento ocorrerá às 19h no Cine Banguê, no Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa, e terá a presença de intelectuais, artistas, músicos e profissionais ligados à literatura. Homenagens, premiações e lançamentos de livros e revista farão parte da programação. A realização é do Conselho Estadual de Cultura, vinculado à Secretaria de Estado de Educação e Cultura.

Realizado tradicionalmente há 19 anos, a Noite da Cultura tem o objetivo de homenagear artistas que ajudaram a desenvolver essa área na Paraíba. Entre as atividades previstas, está a entrega do Prêmio Estadual de Cultura, cujo valor é de 20 salários mínimos, ou seja, R$ 10.200, nos dias atuais.

Este ano, a premiação será concedida aos cantores e compositores paraibanos, Antonio Barros e Cecéu. Naturais dos municípios de Queimadas e de Campina Grande, respectivamente, os dois são casados desde 1971 e já gravaram mais de 700 músicas juntos. Além do sucesso em solo brasileiro, muitas dessas composições conquistaram fãs na Itália, Espanha, Portugal e Israel.

Homenagens

Além de premiar Antonio Barros e Cecéu, a Noite de Cultura vai conceder o Diploma de Honra ao Mérito ao maestro Radegundis Feitosa, falecido em 1º de julho deste ano em um acidente de carro. A homenagem póstuma será uma forma de reconhecer a contribuição do artista para o desenvolvimento da música na Paraíba.

Outra homenagem será prestada ao artista plástico Murilo Santos de Almeida. Nascido na cidade de Patos, ele conquistou respeito e admiração no Estado devido à qualidade das obras criadas. Durante a Noite de Cultura, Murilo receberá uma “Menção Honrosa”.

Aposentadorias
    
Mais premiações farão parte da programação da Noite Cultural deste ano. Nesta quinta-feira (9), quatro artistas terão seus nomes inscritos no Registro dos Mestres das Artes – canhoto da Paraíba (Rema/PB). Essa inscrição é pré-requisito para a obtenção da aposentadoria vitalícia, concedida pelo Estado em reconhecimento ao talento e sabedoria de personalidades paraibanas.

O benefício, no valor de dois salários mínimos, é vitalício. Em contrapartida, os contemplados assumem o compromisso de transferir seus conhecimentos e técnicas a alunos e aprendizes, através de programas de ensino e aprendizagem organizados pela Secretaria da Educação e Cultura, cujas despesas serão custeadas pelo Estado.

 
Serão contemplados com esse registro o artista plástico, Elpídio Dantas; o fabricante de instrumentos musicais, José Ribeiro da Silva (conhecido como Mestre Duduta); o repentista, Oliveira Francisco de Melo (Oliveira das Panelas) e o ator Sávio Max Sobreiro Rolim. Ele foi protagonista do filme “Menino de Engenho”, lançado em 1965. A produção foi inspirada no livro de mesmo título, escrito por José Lins do Rego.  

Música

Após as homenagens, haverá o lançamento de livros e da 9ª edição da revista “Paraíba Cultural”. Todos foram produzidos pela Secretaria de Estado de Educação e Cultura.    

As atividades serão realizadas ao som de um recital, composto, entre outros convidados, pelos músicos da Orquestra Sinfônica da Paraíba, Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba e Coral do Centro Universitário de João Pessoa (Unipê). A apresentação será coordenada pelos maestros Marcos Arakaki e Luis Carlos Durier.

Nathielle Ferreira, da Secom