Fale Conosco

16 de dezembro de 2011

Governo realiza Dia da Inclusão Produtiva e entrega benefícios a agricultores



O Governo do Estado realiza, nesta terça-feira (20), no Parque do Povo,em Campina Grande, o Dia Estadual de Inclusão Produtiva, sob a coordenação da Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap). O evento, que começa às 10h, será presidido pelo governador Ricardo Coutinho.

Participam também as empresas vinculadas (Emater, Interpa, Empasa e Emepa), a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (Sedh), o Empreender Paraíba e o Projeto Cooperar.

Durante o evento, o governador fará uma retrospectiva das ações realizadas em 2011 no setor agropecuário, bem como dos investimentos destinados ao desenvolvimento rural sustentável e produtivo. “Todos terão acesso a uma prestação de contas detalhada do que foi realizado durante este ano e os desafios enfrentados”, afirmou.

Para o próximo ano, a intenção do Governo é aumentar a produção da agricultura familiar, com formação, capacitação, assistência técnica, distribuição de sementes, apoio à comercialização dos produtos gerados e fortalecimento dos Arranjos Produtivos Locais (APLs).

Para o titular da Sedap, Marenilson Batista, o encontro será a oportunidade de reafirmar o compromisso do Governo com as políticas voltadas ao setor produtivo. “Mostraremos os desafios da agropecuária paraibana nas diferentes cadeias produtivas, que dependem da ação do Governo do Estado”, ressaltou.

Investimentos – Na oportunidade, será anunciada uma série de benefícios, como a entrega de máquinas e equipamentos agrícolas aos agricultores familiares, por meio do Empreender-PB e do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

Dentro do Programa Mais Alimento, do Pronaf, coordenado pela Emater, serão firmados convênios com o Banco do Nordeste (BNB), no valor de R$ 377 mil. Os investimentos são para aquisição de veículos, beneficiando produtores rurais.

Serão liberados recursos do Projeto Cooperar, no total de R$ 5,1 milhões, por meio de convênios do Governo da Paraíba com o Banco Mundial (Bird), beneficiando 46 associações comunitárias rurais de 38 municípios paraibanos.

Serão contemplados os municípios de Cacimba de Areia, Condado, Maturéia, Patos, Santa Terezinha, São José do Bonfim, Itabaiana, Monteiro, Congo, Monte Horebe, Cajazeiras, São José da Lagoa Tapada, Areia, Dona Inês, Santa Helena, Boqueirão, Boa Ventura, Ingá, Itaporanga, Campina Grande, Serra Redonda, Santana dos Garrotes, Barra de Santa Rosa, Santa Luzia, Curral de Cima, Pedra Branca, Pitimbú, Salgado de São Félix, São José dos Ramos, Salgadinho, Nova Olinda, Curral Velho, Pilar, Cuité, Puxinanã, Olivedos, Caturité e Picuí.

Ações do Interpa – Durante o evento, o Instituto de Terras e Planejamento Agrícola da Paraíba (Interpa) fará a assinatura de contrato para a liberação de R$ 215 mil, referentes ao subprojeto de investimento comunitário para a Associação do Assentamento Nova Jerusalém, no município de Pocinhos. Os recursos contemplarão dez famílias assentadas, por meio do Programa Nacional de Crédito Fundiário e do Banco do Nordeste.

Com a liberação desses recursos, totaliza um montante de R$ 346 mil. Segundo o presidente do Interpa, Nivaldo Magalhães, recursos para a compra de terra, no valor de R$ 131 mil, já foram liberados recentemente.

Arranjos Produtivos Locais – O programa Produzir Desenvolvimento, coordenado pela Sedap, e que trabalha com APLs, também fará a liberação de convênios da ordem de R$ 2, 4 milhões, firmados com o BNDES, para 19 projetos, beneficiando 5.933 agricultores, em 18 municípios.

Na Paraíba existem 33 aplS. O Governo propõe articular ações para construir políticas que desenvolvam esses arranjos produtivos. O projeto visa dinamizar as economias locais/regionais e interiorizar o desenvolvimento para todas as regiões e territórios paraibanos.

Por parte da Empasa, serão distribuídos, durante o evento, 20 mil alevinos para agricultores da região de Campina Grande. Já a Emepa fará a distribuição de mudas de palma forrageira resistentes à cochonilha-do-carmim.

No Parque do Povo, além da entrega de benefícios aos agricultores, acontecerá a feira agroecológica e também stands para a apresentação de serviços. O evento contará com a participação de representantes do poder público estadual e municipal, agricultores, produtores rurais, empresários, assentados, pescadores, artesãos, empreendedores da economia solidária, comerciantes, industriais, e organizações não governamentais.