Fale Conosco

6 de junho de 2013

Governo realiza campanha para cirurgias de catarata em Itapororoca



O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, realiza nesta sexta-feira (7), no Hospital Geral de Itapororoca, a 1ª Campanha de Cirurgias de Catarata. De acordo com o diretor da unidade de saúde, Severino Rodrigues de Figueiredo, a meta é atender pacientes de toda a região do Vale do Mamanguape.

Ele explicou que essa campanha é mais uma ação do Governo do Estado para atender a uma demanda de pacientes que sofrem com o problema de catarata em toda a região do Vale do Mamanguape. “Levamos o problema ao conhecimento do governador Ricardo Coutinho e do secretário Waldson Dias de Souza e eles prontamente nos atenderam mais um vez”, disse o diretor.

Severino Rodrigues afirmou que, além de Itapororoca, a campanha vai atingir os municípios de Mamanguape, Capim, Cuité de Mamaguape, Curral de Cima, Pedro Regis, Rio Tinto, Baía da Traição, Marcação, Jacaraú e Mataraca. Ele disse que já fez contatos com todas as secretarias de saúde desses municípios solicitando que encaminhem os pacientes para serem submetidos aos exames e ao procedimento cirúrgico.

Atendimentos – Balanço realizado pela direção do hospital indica que nas campanhas e outras ações realizadas na unidade de saúde pelo Governo do Estado em 2011 foram registrados 31.037 atendimentos; em 2012, foram 34.149 atendimentos; e de janeiro até abril deste ano foram realizados 13.842 atendimentos.

No Hospital de Regional de Itapororoca os pacientes recebem atendimentos nas especialidades de clínica médica, cirúrgica, pediatria, nutrição, urologia, psicologia, serviço social, fisioterapia, ginecologia, obstetrícia e proctologia. De acordo com Severino Rodrigues de Figueiredo, a média diária de atendimentos, de segunda a sexta-feira, é de 80 pacientes; e aos sábados, domingos e feriados cerca de 40 pessoas procuram a unidade de saúde.

Entre as ações e investimentos realizados pelo Governo do Estado na unidade de saúde, o diretor destacou a ativação do bloco cirúrgico com realização de procedimentos cirúrgicos com destaque para a primeira cesariana realizada em Itapororoca, implantação de teste rápido de HIV para pacientes cirúrgicos, contratação de equipe de anestesistas, médicos, fisioterapeutas, assistente social, fonoaudiólogo e psicólogo. O hospital também passou pelo processo de informatização e a criação de vários serviços e implantações de ações, com o objetivo de agilizar, dinamizar e melhorar ainda o atendimento à população e dando mais comodidade aos pacientes e funcionários.

Campanhas – O Hospital Geral de Itapororoca também participou de várias campanhas, a exemplo do “Outubro Rosa”, direcionada à prevenção de câncer ginecológico nos anos 2011 e 2012 e da campanha de prevenção de câncer de próstata nos meses de abril e maio deste ano para todo o Vale do Mamanguape. Nesta ação, foram realizados 200 atendimentos em média, nos quais foram detectados seis pacientes com câncer de próstata, sendo que três foram cirurgiados no hospital; além de casos de vasectomias e cistos de testículos. O hospital também realiza semanalmente cirurgias proctológicas, evitando o deslocamento para outros hospitais. Também foram realizadas campanhas de prevenção às DTS\AIDS, de combate a incêndio e de controle da infecção hospitalar.

Severino Rodrigues explicou que desde que assumiu a direção do hospital tem trabalhado e direcionado as ações para as questões curativas (cirurgias), preventivas e humanizadas. “Sempre temos participado de campanhas de prevenção”, disse o diretor.

Ele afirmou que o Hospital de Itapororoca dispõe de 20 leitos. A unidade de saúde atende mensalmente cerca de 3 mil pessoas e realiza, no mesmo período, uma média de 30 cirurgias eletivas e até de urgência.

Rodrigues destacou que somente agora na gestão do governador Ricardo Coutinho e do secretário de Saúde, Waldson Souza, o hospital passou a realizar cirurgias. “Essas campanhas que sempre realizamos só são possíveis graças ao apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde, e ao empenho de toda a diretoria do hospital”, observou.