Fale Conosco

18 de setembro de 2013

Governo realiza campanha para incentivar doação de órgãos e tecidos



O Governo do Estado, por meio Central de Transplante, elaborou uma programação especial em alusão à 13ª Campanha Estadual para Doação de Órgãos e Tecidos. Com o tema: “Sinal Verde para a Vida. Diga Sim à Doação de Órgãos!” o evento começa no dia 26 deste mês com o ‘Trem da Vida’, que acontece das 8h às 11h, na Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), em João Pessoa. Na ocasião, será realizada a divulgação das ações da Central de Transplante, além da sensibilização sobre a importância do ato de doar De acordo com os dados, no primeiro semestre deste ano, foram realizados 105 transplantes de córneas e 36 de rins.

Segundo a coordenadora da Central de Transplante da Paraíba, Gyanna Lys Montenegro, a programação tem continuidade no dia 27, quando acontece um culto ecumênico para familiares de doadores e receptores de órgãos e tecidos. O evento, que acontece às 17h, no auditório do Instituto de Assistência do Servidor (IASS), antigo Ipep, também será aberto ao público.

A programação prossegue no dia 28, com a realização da capacitação sobre o processo de doação e transplante, ministrada pela Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO). O evento acontecerá às 8h, no auditório da Unimed-JP. A 13ª Campanha Estadual para doação de órgãos e tecidos será encerrada no domingo (29) com a realização da “Caminhada pela Vida”, às 8h, na praia de Tambaú.

Gyanna Lys destacou que o Governo da Paraíba investe na política pública de transplante no Estado. Foi montada uma equipe que atua no diagnóstico de morte encefálica de possíveis doadores de órgãos e tecidos no Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. O serviço funciona em regime de plantão 24 horas e conta com a atuação de quatro profissionais, sendo três neurologistas e um neurofisiologista especialista em imagem. No Trauma, também foi reestruturada e está em atividade a Comissão intra-hospitalar de doação de órgãos e tecidos para transplante. Ainda foi formada a equipe de médicos, composta por um cirurgião geral, um cirurgião cardíaco, um urologista e um anestesiologista, que atua na captação de órgãos a serem transplantados

Sobre o Serviço – a Central de Notificação, Captação e Distribuição de Órgãos da Paraíba, vinculada à Secretaria de Saúde do Estado da Paraíba, foi criada com a finalidade de fazer busca ativa, receber notificação, captação e distribuição de órgãos e tecidos, conforme a Lei n.º 9.434/97.

A Central desenvolve o Programa de Educação Continuada com cursos de capacitação profissional nas universidades, hospitais, escolas públicas, privadas e estabelecimentos empresariais.

O processo de doação e a realização do transplante envolve a atuação de uma equipe formada por vários profissionais. “Psicólogo, assistente social, enfermeiro, médico transplantador e apoio administrativo são elementos importantes nesse quadro, além da família do doador, sem a qual a doação efetiva não ocorre. É a figura fundamental para viabilizar todo esse trabalho em equipe”, destacou Gianna.

Para ser doador, basta manifestar o desejo à família. Cabe a ela a decisão sobre a doação. A Central de Transplante disponibiliza o telefone: (083) 3244-6192 para outras informações.