Fale Conosco

2 de maio de 2013

Governo realiza cadastramento de artesãos no Cariri Paraibano



cadastramento artesao1 270x202 - Governo realiza cadastramento de artesãos no Cariri ParaibanoO Governo do Estado, por meio do Programa de Artesanato da Paraíba (PAP) realizou o cadastramento de 200 novos artesãos nos municípios de Monteiro, Umbuzeiro, São João do Tigre, Zabelê, Sumé e Coxixola, no Cariri paraibano. A convite da Associação das Artesãs de Monteiro (Assoam) uma equipe técnica e representantes da Curadoria do Programa de Artesanato Paraibano analisou, classificou e registrou o artesanato e os artesãos desses municípios para que possam ser incluídos no PAP e também no Programa de Artesanato Brasileiro (PAB) e, assim, possam participar de feiras nacionais.

Para o técnico do PAP, Fábio Brito, a iniciativa visa valorizar e qualificar ainda mais as produções artesanais do Estado. “Cerca de 80% dos cadastrados foram de rendeiras e 20% distribuídos entre artesãos de tecelagem, madeira e alguns de habilidade manual. Isto é muito importante para que eles saiam do anonimato, passem a participar dos eventos e gerem renda para suas famílias”, destacou.

cadastramento artesao 2 270x202 - Governo realiza cadastramento de artesãos no Cariri ParaibanoAinda de acordo com Fábio Brito, a seleção realizada pela curadoria exige que o artesão apresente três peças prontas e a realize a prova de feitura, onde o artesão leva todo o material necessário para fabricar uma peça na presença do curador. “Apto no processo, o artesão deverá estar portando documentação necessária e mais duas fotos 3×4 para ser dado início ao seu cadastramento no Sistema de Informações Cadastrais do Artesanato Brasileiro, que é exigido para que ele possa participar de feiras, principalmente fora do Estado”, informou o técnico.

cadastramento artesao 3 270x202 - Governo realiza cadastramento de artesãos no Cariri ParaibanoDurante o processo cadastral esteve presente o curador José Nilton. A Curadoria do Artesanato classifica os produtos apresentados em Artesanato, Arte Popular, Artesanato indígena, Artesanato com referência cultural e Habilidades Manuais, dependendo da matéria-prima, tipologia e técnica apresentada e, por fim, emite a carteira de identificação mediante critérios estabelecidos.

O Programa de Artesanato da Paraíba, vinculado à Secretaria de Estado do Turismo e do Desenvolvimento Econômico (Setde), é coordenado pela primeira-dama do Estado, Pâmela Bório, e tem como gestora Ladjane Barbosa.  A inclusão de artesãos no Programa de Artesanato é garantida por lei através do Decreto Governamental nº 24.840 de 6 de fevereiro de 2004 e Decreto 26.095 de 29 de julho de 2005. Atualmente na Paraíba existem 6.100 artesãos cadastrados no PAP.