Fale Conosco

11 de junho de 2016

Governo realiza atividades de Enfrentamento do Trabalho Infantil na Paraíba



 O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (Sedh), realiza a partir da próxima semana, em alusão ao 12 de junho, Dia  Mundial de Enfrentamento do Trabalho Infantil, uma série de atividades que visa coibir a problemática que atinge todos os níveis sociais.

De acordo com dados oficiais da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), no Brasil são 3,3 milhões de crianças e adolescentes de 5 a 17 anos ocupadas. Na Paraíba, segundo a pesquisa, são 40 mil crianças nas faixas de 5 a 14 anos que estão em situação de trabalho infantil.

As ações acontecerão nos Centros de Referências Especializados da Assistência Social (Creas), visitas aos municípios com maior incidência da problemática e alerta em espaços públicos com grande concentração de pessoas como shoppings e feiras.

“Um dos nossos aliados, sem dúvida, é a informação. Quanto mais sabemos o que é o trabalho infantil, quais são os problemas que ele causa, mais podemos enfrentar. Por isso, é tão importante a ação de mobilização junto a população”, ressaltou a secretária do Desenvolvimento Humano, Kelly Samara.

Soma de esforços – A equipe da Sedh desenvolveu uma proposta de metodologia de trabalho com a temática de Enfrentamento do Trabalho Infantil e distribuiu com os municípios, como forma de facilitar a mobilização e o trabalho de cada equipe.

Também foram organizados slides explicativos sobre o Trabalho Infantil para serem utilizados em escolas, organizações ou associações de bairros com o objetivo de informar a população sobre os danos que são provocados pelo trabalho infantil.

Enfrentamento do Trabalho Infantil – O Governo, por meio da Sedh, lançou em 2015, o Plano Estadual de Erradicação ao Trabalho Infantil e Proteção ao Adolescente Trabalhador no Estado da Paraíba. O objetivo do Plano é nortear a realização de ações capazes de fortalecer a política da criança e do adolescente.

Neste ano, foi lançado o Projeto Interventivo: Abuso e Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes #NÃOtátranquilo#NÃOtáfavorável, uma proposta de prevenção, orientação e trabalho multidisciplinar sobre a Exploração Sexual e o Abuso, que configuram uma das piores formas do Trabalho Infantil.

O projeto foi executado durante os meses de março e abril em toda Paraíba e segue neste mês de junho com a mobilização de enfrentamento de todo tipo de trabalho infantil.

A Sedh disponibiliza também o Disque Estadual 123 que atende de forma sigilosa todo tipo de denúncia de trabalho infantil e de direito violado.