João Pessoa
Feed de Notícias

Governo realiza ação contra febre aftosa no Sertão paraibano

terça-feira, 11 de novembro de 2014 - 11:54 - Fotos:  Secom-PB

O Governo da Paraíba por meio da secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap) realiza campanha de vacinação contra a febre aftosa na região do vale das espinharas, no Sertão paraibano.

A segunda etapa da campanha teve início no dia 1º novembro e vai até o dia 30 e tem o objetivo de esclarecer e orientar os produtores sobre a importância da vacinação para que a Paraíba continue com os índices estabelecidos pela Organização Mundial de Saúde Animal, que é de 90%.

Na primeira etapa da campanha, que ocorreu no mês de maio, o índice de vacinação no estado chegou aos 95%, um passo essencial que fez a Paraíba conseguir a certificação de zona livre da doença com vacinação.

A Defesa Agropecuária contabiliza os resultados da primeira semana de vacinação no estado. Já foram vacinados 30.300 animais, 1.200 produtores já comprovaram a vacinação.

O gerente da Defesa Agropecuária, Rubéns Tadeu, explicou a meta da campanha. “Até o dia 30, devemos vacinar 1 milhão 185 mil animais para atingirmos a meta da OIE. Estamos trabalhando para superar a meta estabelecida, e peço aos produtores que vacinem e comprovem a vacinação”, alertou.

Para Carpejane Ferreira, chefe da Unidade Local de Sanidade Animal e Vegetal de Patos, que reúne todo o vale das espinharas onde o rebanho é de aproximadamente 40 mil cabeças, as ações do governo junto à Defesa Agropecuária são fundamentais. “Essa ação do governo durante a primeira semana é importante, pois reúne a maioria dos criadores aqui da espinharas e faz com eles lembrem do compromisso para a nossa região, na primeira etapa em algumas propriedades a vacinação chegou a 98% e vamos continuar com o trabalho, é bom para os criadores e o desenvolvimento do estado”, disse Carpejane.

Seu José Camboim, que é um criador da região disse que todos os anos, na primeira e na segunda etapa, realiza a vacinação. “Crio e comercializo gado e se não tiver com a Guia de Transporte Animal em dia não vale, por isso que todo meu rebanho está vacinado e comprovado”, diz José Camboim.

Na ocasião, o secretário Agamenon Vieira, titular da Sedap destacou a importância da conquista do título de zona livre internacional de febre aftosa e faz um chamamento aos produtores da Paraíba para continuar e aumentar os índices de vacinação “É importante ressaltar que a vacina custa apenas R$ 2 e a multa chega a R$ 160 reais por animal. O governo não tem pretensão nenhuma de multar, nós queremos ser parceiro dos criadores e precisamos da colaboração de todos para que a nossa conquista seja preservada”, enfatizou.