João Pessoa
Feed de Notícias

Governo quer assinar convênio com PNUD para combater pobreza

terça-feira, 29 de março de 2011 - 10:08 - Fotos: 

O Governo do Estado quer assinar, até o final de abril, convênio com o escritório da Organização das Nações Unidas (ONU) no Brasil, que é situado em Brasília, com o intuito de combater a pobreza e objetivando a inclusão social na Paraíba. Visando a melhoria dos índices sociais do Estado, a Secretaria de Estado do Governo da Paraíba encaminhou ao Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) uma carta de intenções contendo as áreas que pretende abordar, relacionadas aos oito objetivos do milênio. 

O secretário-chefe do Governo, Walter Aguiar, disse que agora o Estado só está aguardando a visita de técnicos do PNUD à Paraíba, para definir os programas dentro desses temas apresentados, e começar a construir em conjunto os projetos.

A ideia é, por meio do convênio, viabilizar os projetos do Estado relacionados aos oito objetivos do milênio, quais sejam: acabar com a fome e a miséria; educação básica de qualidade para todos; igualdade entre sexos e valorização da mulher; reduzir a mortalidade infantil; melhorar a saúde das gestantes; combater a AIDS, a malária e outras doenças; qualidade de vida e respeito ao meio ambiente; e trabalhar pelo desenvolvimento.

O secretário Walter Aguiar elencou, ainda, dentre as áreas citadas na carta de intenções, a área de saúde, com atenção para a saúde da mulher e diminuição da mortalidade infantil; a de segurança, com a redução da criminalidade do Estado; a de educação, com redução do analfabetismo, inclusive o analfabetismo funcional; e o combate à miséria no Estado. “Isso é muito importante para a Paraíba, facilitará a formulação e o encaminhamento de projetos relacionados aos objetivos do milênio”, disse Walter.
 
Além disso, o Governo quer concretizar a instalação, na Paraíba, de um escritório do PNUD, que é a rede global de desenvolvimento da ONU. Hoje, a Bahia é o único estado a possuir um escritório do PNUD, e agora a Paraíba foi escolhida para receber um escritório, assim como também o Rio de Janeiro, em função da potencialidade identificada pela ONU no programa de governo do governador Ricardo Coutinho (PSB), que além de ter amplo viés social, baseia-se no desenvolvimento sustentável.  A perspectiva do Governo do Estado é que no início de abril a Paraíba receba a resposta da ONU.